quinta-feira, 31 de agosto de 2017

"SAÚDE E BEM-ESTAR": O TERCEIRO MÊS DO DESAFIO DE ANE NO PROGRAMA ONLINE "EXERCÍCIO E ENDOMETRIOSE"!

Apesar das dores e da puxada rotina, Ane continua firme no objetivo de eliminar 18 quilos


Quem disse que é fácil retomar à rotina após as férias? E quando essa rotina inclui mudanças e a torna ainda mais puxada por conta da inclusão de um novo trabalho (além daquele que ela já trabalha). Então, como fazer para manter o ritmo de atividade física mesmo tendo dias de dores? São esses desafios que Ane compartilha neste terceiro mês de desafio do programa online "Exercício e Endometriose" Será que ela conseguiu perder algum quilo? Independente do resultado eu estou muito orgulhosa com tamanha força de vontade. Falo isso porque Ane trabalha longe de sua casa. Aliás, muito longe. Seus dois empregos são distantes. E mesmo chegando uma da manhã de segunda à sexta, ela ainda mantém sua força e segue firme em seu objetivo. Aos poucos tenho certeza que ela alcançará o que almeja em nosso desafio. Beijo carinhoso! Caroline Salazar 


Por Ane Bulcão
Edição: Caroline Salazar

Olá meninas!

Mais uma vez, estou aqui para compartilhar como foi o terceiro mês do nosso reality show, e confesso para vocês que este mês de agosto foi bem sofrido, pois aconteceram algumas mudanças em minha vida.

Com o resultado não desejado de dois quilos a mais na balança no último mês, em razão das férias de julho, não adiantava chorar pelo leite derramado. O jeito foi seguir em frente e lutar para conseguir atingir a meta estabelecida, só que agora com uma nova rotina. Assim que voltei de férias comecei a trabalhar em outro emprego, de forma que minha agenda ficou ainda mais apertada. E até o corpo acostumar com a nova jornada sofri bastante.

Não consegui fazer as caminhadas como antes, e isso me deixou muito triste e bem chateada. Porém continuei indo a pé para a estação de trem na hora de ir trabalhar, o que contabiliza uma média de quinze minutos todos os dias, e claro, sendo bem criteriosa nas minhas escolhas alimentares. Não cometi muitos deslizes (risos). Nesse período também fiquei provisoriamente sem meu convênio médico que minha psiquiatra atende e aí não tive como renovar a receita do ansiolítico que tomo. Com isso percebi-me um pouco mais agitada e ansiosa querendo grandes resultados na balança.




Mas graças a Deus que meu esposo e meu filho, meus maiores incentivadores, me apoiam em tudo, e me mostraram que preciso ter paciência, força, foco e fé. E também não posso esquecer do educador físico Renato, que sempre muito solícito vem me orientando e chamando minha atenção para não ficar focada no resultado final, e sim na caminhada e na qualidade de vida. Segundo ele, essas duas últimas são as etapas mais importantes do processo, e a perda de peso aconteceria naturalmente por causa da qualidade de vida.

Não foi um mês fácil, mas pelo menos não engordei e, inclusive, até eliminei mais um quilo, e assim, eu prossigo caminhado firme rumo à minha meta: eliminar os 18 quilos que engordei no último ano. Mas sem aquele desespero de ter que emagrecer a qualquer custo, pois sei que o peso que perdemos em velocidade meteórica é muito instável e a quantidade que se elimina pode ser recuperada ao dobro numa rapidez maior ainda. E eu não quero isso para minha vida, estou cansada desse efeito sanfona e acredito que muitas meninas estejam se colocando na mesma situação que eu, pois eu sofro muito com a cobrança da sociedade que não conhece nossa doença e não entende a nossa dor.

E como se não bastasse ainda massacram a gente por estar acima do peso, como se fosse por querer, uma escolha nossa estar acima do peso. Não, nenhuma mulher quer estar “cheinha”, não é mesmo? Mas ninguém enxerga que a maioria das endomulheres estão mais cheinhas não por estarem gordas, mas por  conta dos tratamentos hormonais que mexem muito com nosso corpo, que nos fazem ficar tão inchadas que mal consigo me reconhecer no espelho.

Sou uma mulher madura que sofre praticamente em todas as áreas: física, emocional e psicologicamente, por causa da endometriose, mas que não deixa a peteca cair. Não sou mais uma adolescente que de forma inconsequente faz dietas malucas que só dão resultados por um breve período de tempo e os resultados não se sustentam. E por levar a sério esse compromisso comigo mesma que procuro ajuda de profissionais qualificados para me ajudar nessa jornada. E esse é um dos motivos que aceitei o desafio da Caroline no programa online “Exercício e Endometriose”. E mesmo com todas as minhas dificuldades diárias eu sigo firme e forte no meu objetivo. É isso aí guerreiras, até o próximo mês! Um beijo carinhoso!

4 comentários:

  1. Vai Ane! Vai!Minha esposa, endoguerreira e determinada, segue firme nesse propósito, sendo forte e corajosa, porque Deus é contigo.

    ResponderExcluir
  2. Manuel Alamo Septiem7 de dezembro de 2017 08:20

    Hola,
    Oferta de préstamo en 72 horas.
    Hola ¿Tienes problemas financieros? Y aquellos que tienen problemas para obtener préstamos de capital de bancos locales y otras instituciones financieras. Por favor, consulte esta dirección de correo electrónico: servizio.finanza34@gmail.com



    Hola,
    Oferta de préstamo en 72 horas.
    Hola ¿Tienes problemas financieros? Y aquellos que tienen problemas para obtener préstamos de capital de bancos locales y otras instituciones financieras. Por favor, consulte esta dirección de correo electrónico: servizio.finanza34@gmail.com

    ResponderExcluir

  3. wihh nice info
    kunjung balik, di web kami banyak penawaran dan tips tentang kesehatan
    Ada artikel menarik tentang obat tradisional yang mampu menyembuhkan penyakit berat, cek yuk
    Obat tradisional ensefalitis

    ResponderExcluir