quinta-feira, 15 de agosto de 2013

A ENDOMETRIOSE PODE MATAR?!

Forma de endometriose no músculo do útero - a adenomiose
No artigo de hoje, o A Endometriose e Eu traz o depoimento da assistente médica Summer Banks sobre sua endometriose. Este artigo vai tirar o mito das mentes ignorantes que pensam que a endometriose não é nada, ou que é apenas uma gripe, ou uma dor de cabeça, como se existisse o remédio certo na farmácia da esquina. Na verdade, o raciocínio é simples, se um câncer invade os órgãos e vai comendo-os, para eliminar os tumores é preciso retirá-los, e muitas vezes, é preciso cortar esses órgãos. Com a endometriose é a mesma coisa. Raciocina comigo: onde a endometriose invade, no caso os órgãos, é preciso tirar os focos, certo? Para eliminar esses focos é preciso cavoucá-los correto? Se os focos estão superficiais, ok, serão mais fácil de tirá-los, se o cirurgião souber fazer isso, mas quando eles estão mais profundos, em casos mais severos, os médicos vão cavoucando, cavoucando e chega uma hora que a única saída é cortar esses órgãos atingidos pela doença. Em muitos casos é preciso retirar parcial ou a totalidade deles. Então, por que acham que a endometriose é uma gripe, ou como uma dor de cabeça?  Pra mim a ignorância das pessoas parte do princípio que basta fazer a histerectomia total com retirada dos ovários é a solução para o problema. Em muitos casos sim, pode ser, mas em muitos outros não, pode ocorrer como aconteceu com a Summer, que mesmo após a histerectomia total seu organismo continuou produzindo estrogênio, o alimento da doença. 

Aí, somos obrigada a escutar a seguinte frase: "Retira os órgãos reprodutores que você melhora!" Como se isso fosse algo normal. Retirar os órgãos reprodutores femininos é mutilar uma mulher. O que diferencia um homem de uma mulher, não é justamente os órgãos reprodutores? Aí eu pergunto: "Por acaso é normal falar para um homem: 'Retira seus testículos.'" Pra mim retirar os ovários, o útero e as trompas de uma mulher é a mesma coisa que retirar os testículos de um homem. Essa é a resposta que dou quando alguém vem com essa frase horrenda para mim. Outro dia falei esta comparação para um amigo advogado, extremamente inteligente, e ele disse que estou corretíssima. Portanto, como não basta eu falar, deixo aqui um depoimento real, de uma endo mulher que além de portadora é da área de saúde. Summer cursou enfermagem e é assistente médica. E já falamos aqui no blog, em outro artigo traduzido, que já foi encontrado endometriose num homem que teve câncer de próstata e que precisou fazer tratamento hormonal.Já falamos também sobre a síndrome dos ovários remanescentes, onde mesmo sem os ovários, a endo pode voltar sim. Eu acho que se a endo fosse mais comum em homens que em mulheres, com certeza as autoridades já teriam tomado alguma providência. Ainda bem que pesquisa já provou que a endo é uma das 10 doenças mais dolorosas do mundo. Por isso peço aos ignorantes antes de chamar uma endomulher de fresca, de preguiçosa, de fraca se informem. As endomulheres são as mais guerreiras deste planeta! Vamos acabar com esse preconceito acerca de nós, endomulheres? Inscreva-se para a Marcha Mundial para Endometriose, a Million Women March for Endometriosis, (inscrições aqui). Esta é nossa grande chance de nos unir a outros países, por enquanto 22 países estão participando e o Brasil está dentro. Afinal, a união faz a força e juntas somos mais fortes. Já pensou as 176 milhões de portadoras juntas num mesmo dia e numa só voz? Uma felicidade sem fim! E por falar em felicidade, vamos ser felizes, por favor! Beijo carinhoso! Caroline Salazar

A Endometriose pode matar! 


Tradução: Jorge Francisco
Edição: Caroline Salazar 

"Medicamente falando, a endometriose é uma forma benigna de câncer, que afeta o útero e os órgãos reprodutores femininos. Quando diagnosticados com endometriose, muitos pacientes são informados que a doença provoca muita dor, mas que não coloca a vida em risco. Mas e se isso não for verdade? 

Descobri que tenho endometriose por acaso. Após perder mais de 22 quilos, descobri uma massa estranha no meu abdômen. Essa massa foi diagnosticado como sendo uma hérnia e mais tarde confirmado esse diagnóstico através de T.A.C. (nota da editora: tomografia axial computorizada). Mais tarde o cirurgião descobriu que essa massa, que apresentava a dimensão de 2 bolas de golfe, seguramente não era hérnia coisa nenhuma. Era na verdade um cisto endométrico e não estava junto a nenhum órgão feminino. Após o diagnóstico, fui informada que essa forma de endometriose poderia surgir em qualquer parte do corpo. Coração, pulmão, cérebro... vale tudo para a minha forma de endometriose. Pequenos pedaços de tecido endometrial podem viajar pelo corpo através da corrente sanguínea e se fixar em qualquer parte do corpo. Com as minhas tomografias computadorizadas regulares, eu poderia sobreviver com o meu útero intato e ainda ter mais filhos. Isso, pelo menos, era o que o médico pensava.

Os anos se passaram e acabei engravidando de novo. Nasceram gêmeos. A vida parecia maravilhosa. Mas quando os gêmeos fizeram um ano, comecei a sentir dor no abdômen no lado contrário ao da cirurgia anterior. Continuei fazendo as tomografias e não revelava qualquer problema. Finalmente decidi fazer uma histerectomia total e acabar com a endometriose que tinha evoluído para dores horríveis com sangramento constante. A histerectomia salvou minha vida. A endometriose tinha surgido de novo na minha parede abdominal. As tomografias computadorizadas não revelavam qualquer problema e os médicos me falaram que a dor era apenas parte de mim (nota da editora: dores psicológicas, como muitos nos dizem). Os médicos estavam errados. Após a cirurgia, fui visitada por um médico, que entrou na sala parecendo que tinha visto assombração. O resultado dos testes em meus órgãos reprodutores e algum tecido cicatricial (onde a T.A.C. não tinha detectado nada) tinha voltado e os resultados não eram animadores. Meu útero, trompas de falópio e ovários tinham sido “comidos” pela adenomiose (endometriose no músculo do útero) e pela endometriose. Mas o maior choque era o tecido cicatricial (nota da editora: as aderências).

Quando o médico removeu uma massa grande de tecido cicatricial, ele estava certo que não era nada de mais. Na verdade, ele achou que estava apenas me fazendo um favor, removendo esse tecido que poderia causar dor. Essa massa era afinal uma massa endometrial com o seu próprio fornecimento sanguíneo. Essa forma viva de endometriose era totalmente autossuficiente, e estava produzindo o seu próprio estrogêneo para continuar crescendo. Após análise verificaram haver sinais da existência de sangramento por mais de uma vez. As tomografias que eu fazia estavam erradas e esse cisto endometrial poderia ter tirado minha vida. A endometriose é um câncer benigno mortal. As mulheres deveriam saber os fatos acerca da endometriose, independentemente do que os médicos falam. Endometriose e células endometriais podem surgir no interior do músculo, coração, pulmão, cérebro... A endometriose é uma doença muito perigosa e pode matar."


Summer Banks, assistente médica com quatro anos de formação em enfermagem. Escritora sênior em sites e blogs com enfoque na gravidez, saúde feminina, menopausa, dentre outros.

Fonte: Voices Yahoo

48 comentários:

  1. Ler isso, é como uma facada e ao mesmo tempo um alívio de tudo que escutamos dos médicos. Sim! a maioria deles leva a coisa como mera doença e principalmente como " dores" psicológicas. Não me espanto ler este artigo e em muitas conversas com minha querida amiga Caroline Salazar, venho relatando a tempos que a Endometriose para mim é pior do que Câncer,mata aos poucos, órgãos, mente e alma...

    Força a todas nós!

    Jeisa de Mattos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é minha querida amiga! Nós já sabíamos disso! Infelizmente, é normal escutar que a endo não é nada né. O que contribiu para a ignorância da sociedade e de muitos médicos. Pra mim, essa doença é pior que praga, e em muitos casos, pior que câncer, já que hoje há chances de cura para a maioria dos tumores. Falo isso, mesmo tendo um alto índice de câncer na minha família, de pai e mãe. Além de matar aos poucos, os remédios fortes também ajudam nisso, além de algumas consequências que levam muitas mulheres ao suicídio. Precisamos mostrar aos nossos governantes que existimos, que merecemos ser respeitadas, afinal, pagamos tão, mas tão caro nossos impostos. Beijo carinhoso!! Caroline Salazar

      Excluir
    2. Cada artigo que leio sobre a endo me assusta mais, tenho 36 anos e descobri a endo a 03 anos, tinha muitas dores, na vdd todos os sintomas que seria a doença.
      minha GE dizia que não era nada e sim frescura, sofri muito até que em 2012 tive uma dor muito forte, foi ao hospital e nos exames mostrou que a apêndice estava inflamada, fui para o centro cirúrgico e qdo me abriram descobriram a endo e já tinha se alastrado por tudo. foi feito novos exames logo depois e a surpresa foi endo profunda. O tratamento doloroso com a aquela injeção foi horrível, engordei 15 kg e fora os sintomas...coloquei o DIU Mirena acabaram se as dores...já é um grande alivio...mas infelizmente descobri através da Ressonância que a endo está de volta com tudo, mesmo sem eu estar menstruando, troquei de GE e agora ela está estudando meu caso, vou confessar uma coisa a vcs...as vezes acho que vou morrer, bate um desespero, mas depois consigo me animar, sempre tenho medo do que isso possa virar...Que Deus nos guarde e que a cura chegue.
      Vanessa Aciardi.

      Excluir
    3. Descobri que tenho isso a um mês eu já desconfiava porém não encontrei um GE que me confirmasse isso. Até que com problemas intestinais, fiz uma colonoscopia e lá estava ela a endometriose dentro do meu intestino com um caroço enorme quase me obstruindo. E agora? Sei lá, só me sinto perdida e a única certeza que tenho são minhas dores...
      Tenho 26 anos nenhum filho (a) não sei o que me espera...
      #Desabafo

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  2. É um absurdo mesmo o descaso dos médicos e da sociedade com essa doença horrível! E isso de tirar os órgãos reprodutores é mesmo sugestão de gente insensível e ignorante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Taís, querida!
      Concordo com tudo que você disse. E acho que depende de nós mudar essa "santa ignorância" da sociedade. Por isso, tenho certeza que a Marcha Mundial será muito importante e um divisor de águas em nossas vidas. Beijo carinhoso!! Caroline Salazar

      Excluir
  3. Olá Caroline, tenho 31 anos descobri que tenho endometriose há 2 meses e já retirei de urgência um ovário.
    Sei muito pouco ainda sobre a doença, este blog tem-me ajudado pelos artigos sempre interessantes que escreve.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Tânia, como vai?
      Seja muito bem-vinda! Se precisar de ajuda estou por aqui. Tento retratar aqui minha dolorosa vivência com esta terrível doença que pode destruir por completo a vida de uma mulher. Ao mesmo tempo, passo alguns princípios, os quais fui criada para ter, como nunca perder a fé, manter sempre acesa a esperança de dias melhores e a perseverança. Assim sofri, chorei, pensei em desistir, mas com minha fé e só por ela, fiquei livre das dores e há um ano e dois meses não sinto mais nada, um grande milagre. Esse é o nosso Deus, o Deus do impossível. Agora estou mais forte e firme rumo ai propósito do blog: ter a doença reconhecida como social no Brasil. Obrigada por seu carinho e pela visita. Estamos juntas nesta endoluta! Beijo carinhoso!! Caroline Salazar

      Excluir
  4. Fui a uma médica a poucos dias e reclamei das dores. Ela me disse para eu esquecer que tenho endo e viver a minha vida. ??????????? Como assim? Com dores perguntei. Ela me disse que sim que era pra viver uma vida normal.
    Fui na fisio uro hoje e saí de lá sangrando, nunca tive uma relação sexual normal, sinto dores fortes no períneo, no anus, na vagina. Gasto quase meu salário com plano, exames e viagens, me sinto um nada por não dar prazer ao meu marido....dá pra viver uma vida normal...(choro) Nina Lima - Bahia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nina, minha querida!!
      O que mais tem em nosso país é pessoas ignorância humana. Eu queria ver se fosse essa mulher que veste branco que sofresse dessas dores. Você tá fazendo a fisio uro, conforme conversamos? Se quiser falar comigo, escreva um email, tá querida. Mas desistir nunca, eu não vou deixar, pois sei que você vai melhorar e vai ser a mulher maravilhosa que é para seu marido. Tenha fé e conte sempre comigo. Estamos juntas nsta endoluta. Beijo carinhoso!!! Caroline Salazar

      Excluir
    2. Obrigada Carol, é tão difícil. Agente se sente um lixo, as vezes parece que vou enlouquecer. Mas penso que se eu não continuar as dores vão piorar então a MINHA OBRIGAÇÃO é continuar...Beijos!!! NINA

      Excluir
  5. Eu sofri, muito. Jamais tive uma menstruação que não fosse dolorida. Me criei escutando que quando eu cassase, sararia. Antigos... Sem saber o que era endometriose, perdi um bebê não sabendo que estava grávida, acreditando ser dores menstruais onde, normalmente eu parava no pronto atendimento para tomar remédios na veia, tal a dor. Confesso, pior que um parto, pois não ganhamos nada após ela. Com 33 anos fiz a primeira laparoscopia para cauterizar endometriose. Foram duas. Fiz tratamento violento com hormônios masculinos, quase cheguei a criar testículos! Na primeira mestruação, a dor violenta. A explicação era que eu tinha demorado para engravidar, que o endometro por não ter o que fazer saía corpo a fora e se instalava onde queria. Me conceituaram como a z e assim as coisas se retroalimentavam.Depois evoluiu para sangramentos violentos com dores e cólicas secas em pré mestrual. Eu desmaiava. No trabalho me olhavam como a fiteira da menstruação. Foi diagnosticado útero polissístico também. Eu tinha 43 anos, por causa da endometriose não seria fácil engravidar, mas não impossível, era trabalhoso e dispendioso; precisava querer muito. "Ops! Estou grávida!!!. - o acaso jamais faria parte dessa história. Não tive filhos. Já com alguns sintomas de menopausa e o diagnóstico do útero e com 43 anos - tarde demais para um filho - perguntei à gineco: Não terei mais dores? Ela disse: Sim. Então tira. Não vou usar mais e não o quero mais dentro de mim. Ainda assm, sofri como uns 3 anos com inchaços, dores mais leves e uma "suposta" TPM. Somente quando meus hormônios faliram iniciou minha liberdade e minha felicidade. Hoje, com 50 ano,s não sofro mais. Porém parte da minha vida foi suprida pela endometriose.

    ResponderExcluir
  6. Desculpa o erro, Parte da minha vida foi suprimida pela endometriose.

    ResponderExcluir
  7. e terrível mas deus da forças eu tenho profunda mas estou viva !!!!!

    ResponderExcluir
  8. Eu que o diga, tenho a profunda e dores horríveis vou realizar mais exames para saber o que fazer com isso

    ResponderExcluir
  9. tenho endometriose a 6 anos ...faço aos tratamentos no hospital do perola bayton em sp já fiz 2 cirurgias e ela continua me matando por dentro estou perdendo as esperanças ,ontem fiz uma ultrassom com preparo intestinal e descobrir que ela esta alojada no meu intestino estou perdendo minhas forças contra ela tenho 28 anos e uma filha me marido não me quer mais pois não aguento ter relações estou muito tristeeeeeeeeeee...beijosssssss

    ResponderExcluir
  10. Olá, meu nome é Gabriela e tenho 16 anos. Acabei de chegar do hospital, onde fui fazer ultrassonografia da mama e transvaginal. Descobri que estou com dois cistos novamente por causa da endo. Estou muito triste pois a 8 meses fiz uma cirurgia para tirar o cisto do útero e outro no ovário, venho fazendo tratamento e percebi que tudo foi em vão. Acho que terei que fazer outra cirurgia em menos de 1 ano. Mas pra falar a verdade o meu maior medo é de não ser mãe algum dia e as vezes parece que isso está cada dia mais próximo.

    ResponderExcluir
  11. oi meu nome é janaina, a pouco tempo descobri q tenho endometriose, pensei q as dores poderia ser o apeniset sei la so sei que peensei q iria morrer d tamta dor n.a barriga do lado direito. essas dores encomoda de mais, meu medico indicou ALLURENE ese remedio é muito caro e ainda me da muita cansera e sono. mas as dores melhoraram, mas agora nao sei se eu parar d tomar se irei voltar a semtir dor.

    ResponderExcluir
  12. descobri a endometriose em minha vida recentimente, tenho medo pois tenho 23 anos e ainda nao tenho filhos. ainda estou tentando entender sobre a doenca mais ao ler eu me sentii muito forte e pronta para enfrentar esse problema com fe...

    ResponderExcluir
  13. descobri q tenho endrometriose a um mes.Médico me passou zolatex uma ingeção.Alguém já uso?Ele disse q vai começar tratamento com ela pr não partir logo pr cirurgia!

    ResponderExcluir
  14. Oi, tenho uma duvida, fui diagnosticada com aderencia pulmonar, do tamanho de uma laranja, o médico disse que a solução seria a cirurgia, mas não pode garantir nada e ainda falou que pode ficar ainda pior.
    Que é melhor esperar a resposta do meu proprio corpo e que não tendo mais como esperar ai faria a cirurgia.
    Ele deixou bem claro que toda dor, falta de ar que eu sinto vem desta aderencia. E que ela pode estacionar e parar de crescer ou não.
    Minha duvida: isso pode ser uma endo de pulmão?

    ResponderExcluir
  15. Endometriose deveria ser mais divulgada!

    ResponderExcluir
  16. Perdi a pessoa mais importante da minha vida pra esta doença no dia 16/03/2015.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Paulo!
      Se você puder entrar em contato por email, pois a maioria acha que a endo não é nada e que ela não mata. Gostaria muito de saber o que houve. Meu profundo sentimento. Sinta-se acalentado por nós. Meu email é carolinesalazar7@gmail.com Abraço carinhoso!

      Excluir
  17. OLÁ,fiz uma cirurgia retirei o utero e um ovario.ja estou com 50 dias mas minha barriga esta muito inchada,e estou muito reocupada,foi como cesariana, alguem pode me responder...obrigada bjss

    ResponderExcluir
  18. OLÁ,fiz uma cirurgia retirei o utero e um ovario.ja estou com 50 dias mas minha barriga esta muito inchada,e estou muito reocupada,foi como cesariana, alguem pode me responder...obrigada bjss

    ResponderExcluir
  19. Eu tenho endometriose , e sofro muito com isso mais se chegar o caso de ter que tirar meu utero ,ovarios e tal , não acho uma forma de malipulção , pois essa doença pode me matar , e prefiro viver .. como quem tem cancêr de mama tem que tirar a mama para matar o foco e muitas vezes ja ser curada e viver ... Acho que temos que fazer tudo necessario até o limite e se não der certo temos que optar pela vida e retirar sim tudo o que pode nos matar e vamos continuar a ser mulheres !!!

    ResponderExcluir
  20. Boa noite. Meu nome Edneia moro nos Estados Unidos. Estou gravida de 2 meses. Sabado acordei de madrugada com fortes does do lado direito da barriga, pensei que fosse gazes ou estava sofrendo aborto. Fui ao hospital e medico fez ultrassom e constatou que tinha 2 cistos no ovario direito. E aplicaram morfina para aliviar a dor que estava muito forte. Por que os cistos estava fazendo com que o ovario torcesse com uma paca de roupa. Horrivel a dor. Mas Fizeram cirurgia e tiraram o ovario pois o mesmo nao estava mais trabalhando. A medica me deu 1 semana de repouso. Estou com medo de voltar ao trabalhar proxima semana pq alem da cirurgia tem o a gravides. Aqui na America trabalha pesado. E agora. Conto com vcs. Obrigada

    ResponderExcluir
  21. 5 noites sem dormir direito de tanta dor minha cirurgia esta marcada p dia 22 de outubro. as vezes acho q deus esqueceu de mim. minha historia é longa .[peço a deus todos os dias p me ajudar}

    ResponderExcluir
  22. Sofro com as dores da endometriose desde os 34 anos, tomei zoladex fiquei bem por uns anos, e tomando anticoncepcional as dores melhoram, mas agora que estou com 50 anos, não queria mais tomar o anticoncepcional , mas minha médica receitou e disse que deveria tomar, fiquei muito mal, tive sangramentos por 3 meses fiquei anemica cheguei a pensar que estava com problema na coagulação, fui no hospital por várias vezes e um médico me pediu que parasse com o gestinol porque tenho miomas e o estradiol estaria alimentando minha endo, parei fiz o ca 125 está elevadissimo como nunca esteve, mas estou tomando vitex agnus castus receitado pelo ginecologista até eu fazer ressonancia que já esta agendada, não estou mais sangrando mas as dores voltaram todas tenho dores musculares e até na parte superior do abdomen, fugi da cirurgia com medo de aderências e por não encontrar profissional especializado eu estou sem rumo porque não posso arcar com tratamento com medico especializado e os ginecologistas que tenho acesso parecem não saber bem oque fazer.Preciso de orientação de como conseguir um especialista num hospital público.

    ResponderExcluir
  23. Olá, bom dia a todas!
    Tenho 20 anos e ano passado fui diagnosticada com endometriose, agora dia 1 de fevereiro irei fazer uma cirurgia aberta para retiradas de dois endometriomas na cavidade abdominal, quando descobri entrei em choque, chorava demais, hj em dia tenho um namorado maravilhoso que me apóia muito, mas a maioria das pessoas q conto sobre isso, acha q. Não é nada, q vou fazer a cirurgia e ficar sem a doença, as vezes ele fala pra mim nem tentar explicar pra pessoas q não tem cura, a cirurgia vai tirar só as consequências da endometriose, mas ela vai estar dentro de mim ainda.
    Estou bem assustada com os depoimentos a cima, confesso q estou nervosa e amedontrada com essa cirurgia, tenho medo do q possa vim logo depois, só q todo acha isso msm quando falou que é frescura minha, q isso é uma simples cirurgia e logo depois passa", eu chego chorar a noite, é difícil pra mim saber q tenho essa doença, e pessoas ao meu redor acha normal, mas graça a meu bom Deus, colocou em minha vida uma pessoa maravilhosa, q vai as consultas comigo, a todos os exames, e agora enfim vai estar comigo na cirurgia depois na recuperação, agradeço demais pelo namorado que tenho, ele tá ali, se eu quiser chorar, ele me anima, se ele sentir q não estou bem, ele vê oq está me incomodando, nas crises de dores horríveis que tenho, tá sempre comigo, então eu acho q deveria existir mais seres humanos assim hj em dia, que entenda a mulher, q não ache q td é frescura, pq uma endomulher é guerreira, eu sei quanto sofremos, eu sofro com muita dor, mas Deus quiser algum dia q seja breve, acharemos a cura para essa doença q está tão comum, mas ninguém da a devida atenção pra ela!! Obrigada pela atenção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, eu tbem tenho endo de parede abdominal mas o médico resolveu não fazer a cirurgia e tratar com medicação, mas estou tendo dores terrível, não sei mais o que fazer. Vc já fez a cirurgia ? Ficou bem? Bjos é boa sorte!

      Excluir
  24. Só sei de uma coisa...eu não vou perder pra essa doença! creio em um Deus que pode tudo e ele irá me curar. Minhas queridas não podemos perder a fé.

    ResponderExcluir
  25. Só sei de uma coisa...eu não vou perder pra essa doença! creio em um Deus que pode tudo e ele irá me curar. Minhas queridas não podemos perder a fé.

    ResponderExcluir
  26. Só sei de uma coisa...eu não vou perder pra essa doença! creio em um Deus que pode tudo e ele irá me curar. Minhas queridas não podemos perder a fé.

    ResponderExcluir
  27. Desde dia primeiro deste ano que sofro com colicas frequentes,tinha cisto no ovario,e micropolicisticos tbm,ate entao nao sentia nada,foi quando essaas colicas apareceram derrepente todo mes que mestruo morro de medo pois vou parar no hospital ,achando que vou morrer,descobrir nos exames recentes que estou com endometriose,preciso urgente me livrar dessa doença ,pois preciso trabalhar e esta atrapalhando muito minha vida,me da tonturas ate um remedio que tomo coloco pra fora ,estou perdendo peso tambem,mais sei que Deus ira me dar uma soluçao .Mulheres nao merecem sofrer tanto com essa dor.

    ResponderExcluir
  28. Boa noite. Em tudo que li me identifiquei. Tenho27 anos e u. Filho de 9 anos. Apos meu parto cesario, com uns 10 meses por ai...senti um caroçona partei terna do abdomen... E ele foi crescendo. Fui ao medico e fiz varios exames. O primeiro deu que era tipo um nodulo de massa talvez criado da necessária... Mas por anos a dor co tinuava. E o caroço doi crescendo. Quase 9 anos depois e o caroço maior que uma bola bola grande de gude. A biopsia deu endometriose e o medico continuou dizendo. Que nao é nada de mais. Irei fazer um mapeamento e acomoanhar. Mas de cara ja percebi a negligência que aconteci.

    ResponderExcluir
  29. a endometriose pode ser mantida so tomando anticoncepcional continuo?????

    aguardo resposta

    ResponderExcluir
  30. Olá amigas decidi procurar por mais mulheres que tenham esta infeliz, tenho 45 anos e desde adolescente sofria com fortes cólicas e tinha muito sangramento, mas os médico diziam que não era nada as vezes descobriam cistos e me passavam remédios para dor, que com o passar do tempo já não adiantava mais, já em minha fase adulta encontrei uma abençoada médica que suspeitou do caso e me encaminhou direto ao hospital de mulheres onde fiz minha primeira laparo, os médicos diziam com clareza que eu não poderia engravidar , aos 33 anos engravidei e faltando pouco para completar 3 meses de gestação tive um aborto espontâneo, mas com a graça de Deus logo consegui engravidar de novo, foi uma gestação que inspirou cuidados pois além da endometriose eu tive hipertensão. Hoje minha filha tem 10 anos, logo depois da gestação voltei a tomar remédios pra não menstruar, mas a pouco tempo descobri que não estou livre dela como pensei, voltei a menstruar e estou realizando novos exames, mas as dores são terríveis mal consigo trabalhar, meu abdome fica tão inchado que tenho dificuldade até para andar, estou tenho sangramentos intensos, mas, assim como a maioria de vcs eu também já ouvi que a endo é coisa simples e que as dores são só porque eu sou mole...., mas tudo bem pelo menos sei que não estou sozinha nesta luta e tenho certeza que um dia seremos vistas de forma diferente e mais carinhosa, sim outro detalhe, na minha laparo foram retirados 6 focos de formato irregular eles estavam espalhados por todo o meu abdome, e alguns órgãos já estavam colados uns nos outros. Bem minhas amadas vamos continuar já que somos fortes e valentes e boa sorte a todas, bjus cheios de carinho. ATT. Eliane.

    ResponderExcluir
  31. Eu tenho no reto já sofri muito.Nunca consegui trabalhar registrada agora tomo level de uso continuo melhorei vem por cento nem lembro que tenho.Faco tratamento no Mario covas sto André muito bom .... Bjssdd

    ResponderExcluir
  32. Hoje depois de tantas discussões por chegar a um ponto que nem normalmente to conseguindo andar ! Poaso dizer que as vezes essa doença realmente é Até pior que um câncer!
    É tanta dor em tantos lugares,
    É tão difícil um profissional competente
    É tanta falta de compressão
    É tanta injustiça
    Medicamentos que acabam com todo nosso corpo e mente!
    Tenho 40 anos e sofro desde as primeiras menstruais j retirei uma trompa, fiz vídeo laparoscopia e medicamentos e agora mais uma vídeo em Maio!
    Minha Esperança é muito grande na solução, cura ! Mais tem dias que insuportável não so as dores ,hospital! Mais a incompreensão, ignorância das pessoas ao nosso lado!
    Não aguento mais dizerem tantas asneiras e nem imaginarem como lutamos para reagir e qual difícil é!

    ResponderExcluir
  33. Tenho 25 anos e a dois anos fiz uma ressonância e o resultado foi esse : discreto espessamento hipointenso no reto sigmóide considerar como principal hipótese alteração fibrocicatricial decorrente de endometriose profunda com acometimento intestinal. Alguém pode me ajudar ?

    ResponderExcluir
  34. a minha primeira menstruação durou um mês e sofria com muitas colicas, e sempre foi assim, tenho 21 anos e minha menstruação nunca durou 3,4, ou 5 dias, sempre durava 15 ou ate um mês e com muito sangramento e coagulos, ate que um dia ela nao subia mas, fui no medico ele passou um injeção (anticoncepcional) que não adiantou já tava 2 meses menstruando, e assim continuei durante 5 meses, e ja nao aguentava mas tomei varios anticoncepcional e sofria muito pq nao consegui mi dar com nenhum, fui em varios medicos ninguem sabia mi dar um diaginostico e assim fui sofrendo com dores com sangue abundante e ja nao sabia mas oq fazer. e a dois meses descobrir que tenho endometriose profunda, o medico passou o medicamento dienogeste o sangre cessou as dores diminuiu, mas nao totalmente sinto fortes contrações , dores no lado direito e no umbigo.já li muito depoimento vi muitas mulheres falando que ela se aloja em outros orgão, eu falei com o medico sobre essa dor e ele disse que pode ser algum desregulamento intestinal e nao deu muita importancia, sera que devo mi preocupar? alguem pode me ajudar?

    ResponderExcluir
  35. Muito bom o artigo, me identifiquei com muitas coisas ali. Li também alguns comentários, confesso que ao terminar o artigo me bateu uma tristeza e desânimo. Cheguei a chorar por um tempo pensando: será que está dor nunca terá fim? Passada umas horas voltei ao artigo, já estabelecida, comecei a ler as palavras compartilhadas aqui. É bom ouvir que vamos vencer e que a situação vai mudar. Creio que estamos passando por isso, na permissão de Deus, para acharmos diagnósticos e ajudarmos outras mulheres. Essa união e relatos são de extrema importância. Tenho dois filhos, fui diagnosticada com endometriose profunda tem uns três anos. Já ouvi tantos médicos disseram que não era nada, mesmo com a ressonância na mão. As pessoas diziam que era psicológico, devido opiniões médicas. Quando eu já havia desistido, meu esposo com toda paciência acho um médico que, graças a Deus, está me ajudando . Fiz laparoscopia​. Desafios da doença achar especialista, caso contrário, perca de tempo. Os remédios e tratamentos são carrisimos. É muito difícil trabalhar no momento das crises. É algo assustador essa doença. Sofre a mulher e a família. Nesse momento estou internada para tratar uma infecção urinária de repetição, por conta da endometriose. Mas assim como muitas colegas, desejo ter o bom ânimo todos os dias para vencermos, mas nem sempre é assim né. Um abraço a todos e muita força. Que Deus abençoe a cada uma, com um tratamento eficaz. Que possamos ter qualidade de vida.

    ResponderExcluir
  36. Olá meninas! Eu descobri minha endo há uns 8 meses atrás, já vinha tendo dores há uns dois anos, mas meu médico ginecologista particular nem desconfiou, e eu sempre desconfiei que tinha endometriose. Infelizmente demorei para ter o diagnóstico e só agora com 42 anos descobri. Estou tomando o alurene há uns 8 meses, e as dores melhoraram bastante. Mas eu sei que a minha endometriose é a profunda pois já acometeu o intestino. Agora vou começar fazer uns exames que o médico pediu para saber sobre o estadiamento da doença. Gostaria de saber de pessoas com endometriose profunda que já passou pela cirurgia e ter indicações de médicos e hospitais aqui em SP, para eu começar a correr atrás disso porque como estou sem muitas dores no momento estou meio que fugindo do tratamento que já sei que é cirugico. Mas com fé em Deus, sei que sairei vitoriosa, pois preciso ser forte pois tenho pessoas que dependem de mim, principalmente minha filhinha. Bjs e fiquem com Deus.

    ResponderExcluir
  37. Descobri que tenho endometriose a quatro anos.Ja fiz histerectomia e a doença voltou pior,sofro muito com dores e as vezes me fala a fé. Pois é uma dor terrível moro em uma cidade pequena onde esse caso é raro. É difícil

    ResponderExcluir