domingo, 22 de setembro de 2013

"A VIDA DE UM ENDO MARIDO": A VIDA SEXUAL DE UM ENDO CASAL!!




imagem cedida por Free Digital Photos

Hoje, "A Vida de um Endo Marido" é muito especial. Não só porque começa hoje a Primavera no Brasil, mas porque o texto foi escrito pelo Paulo, um endo marido brasileiro, mais precisamente um roraimense que mora na Bahia, esposo de uma endo guerreira maravilhosa, a Ane. Quando conheci este casal fantástico no início do mês, papo vai, papo vem e lá vem o tema na mesa: a relação sexual com uma endo mulher. Achei incrível o modo de como eles, principalmente, ele fala sobre o assunto. Sei muito bem que não é fácil, mas há tantas maneiras de amar e de ter uma relação sexual. A penetração é apenas uma dessas formas. Eu acredito no amor, pois só o amor salva. Quando se tem amor, companheirismo, a relação sexual pode ser reinventada e eu acredito que existe várias formas de amar. Tenho certeza que esse texto irá ajudar muitos maridos de portadoras de endometriose e até mesmo de outras doenças que de uma forma ou de outra, possam estar incapacitadas de ter relação sexual da forma mais convencional. É preciso lembar que muitas endo mulheres após uma relação sexual não tem dores apenas durante o ato, mas depois. Sei de muitas que ficam dias na cama, outras têm febre, além, claro, das fortes dores abdominais, na pelve e no corpo todo. 

Entre na campanha "Seja do bem, vote pelo reconhecimento da endometriose como doença social", vote no A Endometriose e Eu no prêmio TopBlog Brasil 2013! Ajude-nos a ter a doença reconhecida como social pelos nossos governantes! Clique no link: http://bit.ly/18wANh9 dê o seu voto por uma boa causa e compartilhe esta campanha entre seus amigos. Passo a passo da votação aqui A união faz a força e juntas somos mais fortes. Continue preenchendo a Ficha de Inscrição para a Marcha Mundial em prol das mulheres com endometriose, a primeira manifestação em massa que vai reunir mulheres do mundo todo. Até o momento, 23 países sairão às ruas no dia 13 de março de 1014 para mostrar que somos muitas e que precisamos ser respeitadas. O prêmio mais a marcha com certeza farão toda a diferença em nossas vidas. Beijo carinhoso!! Caroline Salazar 

OBS: A demanda de trabalho está grande, tanto no blog, quanto no meu trabalho. Peço a todas que me escrevem paciência, pois como o blog é meu trabalho social e eu não vivo para o blog. Tenho trabalhado 20 horas por dia, e dormindo apenas 4 horas. Gostaria de pedir para não replicarem os emails. Sei bem que a maioria está desesperada para uma solução, mas sou uma só, além das postagens do blog, tem a marcha.... estou respondendo um a um e espero que você que escreveu aguarde sua resposta que vai chegar. Obrigada!


Minha Escolhida

Por Paulo S.
Edição: Caroline Salazar

Olá, meu nome é Paulo, sou endo marido desde 2009. Moro atualmente na Bahia, na cidade de Camaçari. Minha esposa Ane está em São Paulo fazendo o tratamento para endometriose e aguardando a cirurgia.

Quando conheci Ane, eu a escolhi para amar. A partir daí, coloquei no meu coração que deveria amá-la sempre, independente das circunstâncias. Se, nós homens não colocarmos em primeiro lugar esse princípio, dificilmente suportaria ser um endo marido, e sem se esquecer do voto que fizemos no altar, diante de Deus, que sempre ficaríamos juntos na saúde ou na doença.

Estou aqui para falar de um dos problemas que afetam os casais que enfrentam a endometriose, o problema da frequência da relação sexual. Como a endometriose, causa dor na região pélvica, logo a mulher fica muito indisposta para praticar a relação, então, a frequência do ato sexual diminui consideravelmente.

Escrevendo este artigo, lembrei-me de um amigo que esta acompanhando nossa luta, e ele foi muito sincero ao dizer que “se fosse com ele já tinha largado a mulher!” Muitos de nós homens colocamos em primeiro lugar a ato sexual no casamento, e isso gera problema sério nos casais que estão passando pela endometriose. Lendo o blog, vi testemunhos de mulheres que foram abandonadas pelos namorados e maridos, e um dos motivos é justamente por conta da baixa frequência da relação sexual.  Eu acho isso uma pena, porque entendo que o ato sexual é importante no relacionamento, mas não é fundamental, não é a base de nenhuma relação, porque acredito que não começamos um relacionamento pelo sexo (isso é ilusão hollywoodiana).

No meu caso, quando descobrimos que a endometriose de minha esposa estava grave e seus sintomas ficavam cada mais fortes, sempre antes do período menstrual, durante e depois, ou seja, quase 15 dias em um total de 30, ela sente muitas dores. E neste período é impossível termos relação. E isso acontece todos os meses.

Confesso que no começo não foi fácil aceitar essa situação, porque parece que no homem essa necessidade de satisfazer esse desejo do ato sexual é muito forte. Mas conversando com minha esposa, ela também afirmou que estava sofrendo com essa situação, justamente por ela não me satisfazer sexualmente, mas também porque ela tinha esse desejo da mesma forma. Sim, mas mulheres também têm desejo de ter uma relação sexual com seu parceiro. E não só o homem. Outro motivo que faz minha esposa sofrer é o fato de querer chegar ao orgasmo e não conseguir por causa da dor, da falta de libido e dos remédios que toma.

E, se eu não tivesse colocado o princípio de que eu escolhi amar minha esposa em qualquer situação, eu não sei o que seria do nosso casamento. Gracas a Deus, não foi eu que coloquei esse princípio, mas foi Deus, foi ele que nos uniu, e nada, e ninguém vai nos separar.

Diante disso, buscamos minimizar o problema, pois a grande questão era a relação sexual com penetração que causava muita dor nela. Então, diminuímos a frequência da relação, e quando é com penetração fazemos com cuidado para não causar dor e, de vez quando, fazemos o ato sexual manualmente satisfazendo um ao outro, pois acredito que não somente eu tenho que sentir prazer, mas ela também.

Portanto, gostaria de finalizar dizendo mais uma vez, que o princípio é o amor, é ele que une os casais e não o sexo. E espero que com este texto, outros endo maridos encontrem força para lutar pelo seu casamento e vencer a endometriose. Não deixem que essa doença acabe com seu casamento. E como diz a Bíblia: “Agora, portanto, permanecem estas três coisas: a fé, a esperança e o amor. A maior delas, porém, é o amor.” (I Coríntios 13,13).

29 comentários:

  1. Paulo, meu nome tb é Ane moro na Bahia e tenho endo desde os 11 porém só descobri em abril deste ano. Seu relato me fez lembrar do meu esposo que tb é super carinhoso comigo e faz de tudo para eu me sentir bem. Várias vezes chorei muito durante a relação por não conseguir e me sentir um lixo. Ele sempre otimista, "vai dar tudo certo". Agora depois de 3 anos de casada estou conseguindo ter algum prazer na relação. Isso depois da cirurgia, fisioterapia, e psicoterapeuta. Eu ainda não consigo ter uma boa relação com Deus pois meu mundo desabou depois de quase 3 anos de casada sem ter orgasmo na relação. Acho que foi a pior perda que a endo me trouxe. Ainda tenho dores terríveis mas me sinto melhor com toda medicação que tomo. Fico feliz por vc amar tanto a sua esposa. Mas choro por saber o que é a dor na relação e o que ela faz com o casamento. Peço à Deus que lhe dê força e que traga a cura a mim e a sua Ane.
    Paz.

    ResponderExcluir
  2. Eu super valorizo meu amado marido por isso, por sua compreensão neste sentido. No momento certo a cura pra nos vai chegar. Deus seja louvado por isto.

    ResponderExcluir
  3. Que bom que, apesar de ser uma "endomulher", também tenho um maridão que compreende minhas dores do corpo e da alma e me ajuda no caminhar de uma "endovida" sem filhos, momentaneamente... confiando em Deus!
    Abraços e força para todos os endocasais!
    Andreliny.

    ResponderExcluir
  4. Nem tenho palavras...me deixou até emocionada este depoimento...parabéns Paulo! vc sim é um homem de verdade...isso sim q é amar verdadeiramente, se todos os homens pensassem como vc, seria muito bom, acho q não ia haver nem traições...parabéns mesmo...

    ResponderExcluir
  5. Oi Paulo, bem vindo a bordo.
    Agradeço em nome de todos a sua coragem em partilhar algo tão íntimo.
    Algo que eu descobri faz algum tempo, mulher com endo acaba descobrindo cedo a fibra do companheiro, e a dimensão do amor que os une.

    Você parece estar trabalhando do jeito certo com a sua esposa, não deixando que ela interiorize culpa de algo que ela não é culpada. Sua paciência e delicadeza são um exemplo a seguir. Coragem meu caro, e se tiver um dia mais dificil por vezes, lembre-se que tem amigos, existe gente que está pronta para escutar o seu desabafo e talvez dar um conselho.
    O caminho pode ser pedregoso, mas entre as pedras também nascem flores. Aproveite bem as que encontrar, pois nem todas as vidas são prados verdejantes, mas cada um deve aproveitar o que de melhor tem na sua própria vida.

    Um abraço

    ResponderExcluir
  6. Tb sou um endo-marido...e estou entendendo e enfrentando estes problemas tb....mas posso garantir que...o amor e o carinho que sinto por ela são infitamente mais fortes do que estes problemas...a-amo, mais do que a mim mesmo....te amo Polinha...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Artur, bonita a sua mensagem para a esposa. Saiba que é muito importante que os companheiros mostrem a sua luta, que tem por aí mais gente que sofre e que arruma soluções para ultrapassar as dificuldades. Uma das piores coisas acerca da endo é a vergonha associada aos aspectos culturais. A maioria das pessoas não se expõe, não fala do que vive. Como consequência, para aquele que sofre, olha a vida dos outros e parece tudo normal, tudo feliz, vidas ideais ou com problemas menores. Na verdade não é assim. Essa coluna quando começou foi com esse propósito, o de mostrar que tem mais gente por aí sofrendo pelos mesmos motivos, e pelo menos amenizar a solidão das pessoas, já que a dor física infelizmente nem a maioria dos médicos consegue.
      Me desculpe a resposta bem tardia, mas por vezes não é fácil. Hoje eu consegui sentar um pouco e responder a algumas mensagens. Esse amor de vocês será recompensado, não desistam de ser felizes.
      Um abraço.

      Excluir
  7. Verônica de Oliveira Araújo! Aracaju - SE! Uma Endoamiga e uma Endomulher!
    Acredito que Deus tem um propósito em TUDO! E vocês entenderão o porquê de tal afirmação!

    Conheço Ane há 20 anos! E Paulo desde quando casaram! Ela é minha melhor amiga! Sempre sofríamos no período menstrual! Mas ela sempre ia pra urgência com uma frequência maior que eu! Morávamos em cidade diferentes e só nos víamos aos finais de semana! E alguns desses eram "desfrutados" com ela de cama! Ou eu! Ainda moramos distantes, mas isso nunca afetou nossa amizade! Costumo dizer que ela me conhece como o próprio Deus me conhece! Às vezes eu nem abro a boca e ela já sabe o que estou sentindo! Dito isto vocês agora entenderão o porque de tanto amor que sinto por ela! Em um mundo onde as relações estão diariamente estremecidas por causa do individualismo, inveja, falsidade, etc, ter uma amizade assim é ouro né! E como morávamos separadas, e acompanhei muitas perdas que a Ane sofreu na vida (pra uma pessoa tão nova), preocupava - me com quem ela casaria! Orei muitas vezes para que Deus mostrasse esse alguém, que a amasse, compreendesse, aceitasse, fosse companheiro... alguém desenhado pelo próprio Deus! E de repente ela me liga dizendo: "- Amigaaaaaaaaaaa! Estou namorando!" kkkkk Me contou a história! E eu pensei! -Senhor! Mas o Senhor trouxe esse de longe viu? Rsrsrsrs Ahh meu pai! Minha amiga vai embora pra Roraima e ficaremos mais longe ainda! Kkkkk Mas fiquei muito feliz com a felicidade dela!
    Os anos passaram e eles casaram! Algo lindo! Dado realmente pelo próprio Deus! E descobrimos praticamente juntas que somos portadoras de endometriose! (Isso a gente não precisava partilhar né amiga? kkkkkkk). Eu tenho Endo grau I e me dói saber q minha amiga sofre 3x mais que eu! Não sou casada ainda, mas o exemplo de amor de vocês me inspira! E é onde eu quero chegar com DEUS TEM UM PROPÓSITO EM TUDO! A Ane através da Caroline Salazar soube deste tratamento em SP, está lá agora, e Paulo foi chamado para escrever esta matéria para MOSTRAR A TODOS COMO DEUS É BONDOSO, MISERICORDIOSO, AMA E CUIDA DOS SEUS FILHOS! Um amor como o de vocês e de outros endomaridos que vi acima, e uma amizade como a minha e a de Ane só com a doce graça do Senhor! Continuemos crendo minhas amadas endoamigas e amados endomaridos que Deus nos fortalecerá, abrirá as portas de tratamento, usará a Caroline para transpor barreiras governamentais, e nos abençoará durante e no final de nossa jornada! Não há nada mais recompensador do que descansar em Deus! E através de vocês Paulo e Ane muitos conhecerão a sinceridade de um amor verdadeiro! Amo vocês! Verônica Araújo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cada um de nós escolhe a forma como enxerga a vida. Tem gente que olha para o chão, outros para o céu. Que bom que você tem uma amiga assim. Que bom para ela também. Olha, se o homem veio de longe, quem sabe não estariam guardados um para o outro? Muitas felicidades para o casal, que sejam abençoados em tudo. Obrigado pelas suas palavras positivas e de encorajamento.

      Excluir
    2. descbri há poucos dias que minha esposa tem endometriose, ela me disse.E sinceramente, não sabia o que era até agora.Enfim, sou um endomarido também.Onde fica o tratamento em SP? há endereço, nome ou telefone de contato?Muito obrigado, meu email é=> gilex777@gmail.com => somos paulistas.

      Excluir
  8. Eu e minha noiva descobrimos a pouco tempo sobre a endometriose estamos tendo todos os problemas. Mas estou aqui pedindo ajuda sobre como devo me comportar durante isso tudo, tenho 27 anos e ela tem 25 amo muito ela e quero poder estar ajudando ela em tudo!
    Fico no aguardo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá jovem, no início eu também não sabia o que fazer, mas como a vida é dinâmica, a adaptação e inserção neste problema se dá de forma ora conflituosa, ora tranquila, pois há fórmula pronta de como lhe dar com esta doença, ainda mais quando não é consigo mesmo e sim com o outro que amamos. Porém, acredito que o primeiro passo você já afirmou: é o amor. Em 1ª carta aos Coríntios, capítulo 13, versículo 7 da Bíblia Sagrada, afirma que: o amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
      Não existe prova maior de que vc. a ama, passando por tudo isso com ela, sem rejeita-la ou abandona-la por causa da doença.
      Você vai precisar sofrer com ela, mesmo sem sentir dor. Precisa crer que tudo isso vai passar. Precisa esperar por ela na caminhada, pois a mesma anda bem devagar e faz as coisas no mesmo ritmo e esperar na relação sexual, pois nem sempre ela estará com disposição. Você precisa suportar os momentos de dor, choro, baixa autoestima e até mesmo depressão momentânea. Apesar da demora, espero ter ajudado. Grande abraço.

      Excluir
  9. descobri fais 1 ano mais to perdida ainda não sei direito oque é isso já fiz a cirurgia aberta e to me recuperando mais é barra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem não está perdido perante essa doença? O nosso traballho com esse blog tem como um dos seus objetivos reunir a maior quantidade de informação confiável e também do mais recente em lingua portuguesa. Respostas definitivas não temos, o conhecimento médico ainda está avançando e por todo o mundo existem pessoas trabalhando para encontrar uma ou mais soluções. Cuidado com quem promete curas milagrosas. E é barra sim, por vezes é osso também. Aceitação é o caminho para resolver uma das maiores dores que as portadoras enfrentam, a da alma. Não pergunte "porquê eu?", ao invés pergunte "porque não eu, entre 200 milhões de mulheres que sofrem com essa doença?"
      Segundo o dr. Redwine, não importa o tipo de cirurgia que vc faz, desde que seja bem feita e todos os focos removidos. A laparotomia (a cirurgia que você fez) tem uma recuperação mais demorada, não é tão estética, mas o que vale mesmo é conseguir superar a doença e seus sintomas. Lhe desejo tudo de bom para a frente. Seja feliz tanto quanto puder.

      Excluir
  10. ola sou endo-marido ha pelo menos 10 anos e tenho tentado suportar essa falta de sexo desde entao, confesso que e dificil, pois me reservei a vida toda para poder usufruir desse prazer apos o casamento, e logo apos o mesmo dscobrimos que minha esposa estava com endometriose, desde o o inicio foi muito dificil pra mim e pra ela nao so pela dor internaçoes e tb pelas diversas vezes que passavamos a noite em branco conversando sobre o assunto ¨ a falta do sexo¨ passamos as vezes ate 30 dias sem nos relacionarmos sexualmente e e uma barra, hoje suporto mais esse sofrimento tenho 35 anos e ja consigo me controlar, mas mesmo assim tem noites que prefero dormir em quarto separado pra nao ter que sofrer ao seu lado sem poder fazer nada, alem de tudo ela e muito conservadora e tem coisas que pra ela e dificil aceitar masturbação por exemplo sexo oral e etc fica ainda mais dificil pra mim pq nunca tive desejo de ter outra mulher e nem relacionamento fora do meu casamento vai contra minhas convicçoes, e eu a amo muito mas tem dias que e uma afliçao que so quem e endo-marido que pode entender, mas a esperança em Deus e que nos fortalece e nos faz vencer um dia de cada vez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, como eu te entendo. Tudo o que você descreve de alguma forma todo o endomarido passa. Sua formação moral e ética faz com que você honre seus votos, a sua palavra perante Deus, vossos familiares e amigos. E no entanto, tendo feito tudo "certinho" você chega na hora e a coisa não funciona. Ela tem dor causada por uma doença enigmática e de dificil diagnóstico e tratamento. Nas suas palavras, e pela minha própria experiência eu consigo entender a sua frustração.
      Não resolve o seu problema, mas permita-me dizer que o que a forma como você enfrenta tudo isso é muito bonito. Você deve ser um cara íntegro, raro de se ver hoje em dia. Saiba que tem muito valor por se manter do lado de sua esposa.
      Sobre outras variações do ato sexual e o conservadorismo da sua esposa, isso é algo que vem da educação dela provavelmente. Quando a pessoa é ensinada a ver o sexo como uma coisa suja, feia, é normal que tenha essa reação. Ela nunca deve ser forçada a aceitar algo que não quer, mas quem sabe conversando bem e com calma, possam encontrar soluções. Você fala de sexo oral, ainda bem que tocou nesse ponto. Tem mulheres que simplesmente não gostam da experiência. Uma forma de poder controlar isso poderá ser o uso de camisinha. Nenhum homem gosta de usar camisinha com a sua esposa, mas hoje existem umas com cheiro e sabor, que podem ajudar a que a mulher se sinta mais confortável.
      Mulher já é meio complicada de natureza em relação à forma como o homem pensa em sexo. Homem é que nem bicho, qualquer hora tá bom. Para a mulher na maioria dos casos a experiência precisa ser calma, prazeirosa, ela precisa se sentir segura e confiar no parceiro.
      O ato de fazer amor com sua esposa é a partilha de tudo o que você tem de material. Seu corpo é tudo com que você nasce e também tudo com que um dia vai morrer. E é isso que você está entregando para ela, e ela para você. Não é mais que uma comunhão do casal, uma entrega. Pode até ser visto como uma celebração de estarem ambos vivos e se amarem.
      Muita força aí, se segure com sua fé e seu amor. Não posso te falar que se mantenha com ela ou não, é seu percurso, sua vida. Mas o que posso te falar é que o peso que você carrega nas costas lhe fizeram ser um homem muito forte, bem merecedor desse nome. Hoje você sabe que para se ser homem não basta nascer com algo pendurado no meio das pernas. Precisa ter a coragem de se sacrificar por amor, que você faz de um jeito bem bonito. Desejo sinceramente que tanto você como os outros maridos por aí acordem desse pesadelo e possam viver os seus casamentos com felicidade e alegria.

      Excluir
    2. amigo, há poucos dias fiquei sabendo que minha esposa e portadora dessa estranha doença, através dela e assim mesmo após forçar a barra nos comentários pois ela não queria se abrir.Há 6 anos que não sei o que é sexo,e ela sempre culpava a perda da libido devido a menopausa(ela tem 55 e ainda e muito bonita), dormimos em camas separadas (opção dela) e só estou suportando a falta de intimidade e relacionamento conjugal todo esse tempo porque a amo muito e vou levando essa batalha sozinho ate conhecer esse fantástico blog e saber que não sou o único. Deixo meu email aqui, caso vc ou alguém queira trocar ideias => gilex777@gmail.com

      Excluir
  11. Fico feliz em saber que ainda existem homens compreensivos e que sabem o que é o amor, meu ex namorado me largou porque minha libido caiu por causa da dor que senti na relação no início do namoro e logo em seguida tive que passar 45 dias em tratamento, ainda sofro com dores, não tive nenhum outro namorado ou relacionamento desde então, as dores continuam, novos exames estão em andamento, mas a tristeza de me sentir incapaz hoje reduziu um pouco com o depoimento do endomarido. Parabéns ao casal, que haja melhora e que esse amor seja pleno.

    ResponderExcluir
  12. Descobri que tenho endometriose hoje.
    Sofro de dor na relação desde meu casamento em 2013, e só descobriram hoje.
    Vou começar o tratamento com Allurene, e segundo minha medica é muitooooo perigoso na questão de engravidar. Hoje tenho que dar a resposta para meu marido da consulta e estou com muito medo.
    Desde muito antes o sexo é tudo pra ele, e eu só sinto dor, mesmo assim ele não aceita evitar. A medica pediu pra ter uma pausa, até pra eu poder respirar e aliviar a dor e por causa do risco do tratamento..tou nervosa por ter que dizer isso a ele e ele não aceitar, e vendo esses relatos meu sonho de um "milagre" da compreensão do meu marido, deu uma revivida. Deus ajude que o meu compreenda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga, como assim seu marido não aceita evitar?
      Você sente dor e pra ele tudo bem, ele não aceita evitar? E por que você tem medo de conversar com ele?
      isso não está nem um pouco certo, a relação tem que acontecer só quando VOCÊS DOIS estão com vontade!

      Excluir
    2. É muito difícil compreender esta doença que acaba com a vida sexual dos casais. Sou endomarido e estou pensando em desistir da minha esposa, simplesmente porque é muito dificil para mim ficar sem sexo por mais de 10 dias, e pela minha esposa ficariamos uns 2 meses sem sexo.
      Tem 10 anos que me converti ao evangelho. Antes da conversão era um mulherengo; tive aproximadamente 50 mulheres, porém, após a conversão fiquei cerca de 4 anos me guardando para o casamento, e, agora que casei simplesmente esta doença está acabando com meu casamento. Só consegui ficar sem sexo por 4 anos porque jejuava de 2 a 3 vezes por semana, os jejuns eram de 24 hs. mas agora, com os compromissos de trabalho que tenho não posso mais consagrar como antes e a falta de sexo está acabando comigo e com meu casamento... parece que as mulheres aqui não entendem o tamanho do estrago que estão fazendo na vida de seus maridos. Se não tivesse compromisso com a Palavra de Deus, estaria tudo bem, pois trairia minha esposa e tudo ficaria muito bem, mas não posso fazer isso, pois é PECADO. Não sei mais o que devo fazer. Por vezes tenho pensado em separação, pois compreendo perfeitamente que Deus, nestes casos, perdoaria e os cnjuges estariam livres para novo relacionamento.

      Excluir
  13. Boa tarde!

    Eu estou com suspeita de endometriose tambem.. porem sou virgem ainda e por isso os exames que faço sao exames simples que nao dao um real resultado pra dizer se realmente é endo ou nao e sofro também com as dores que são insuportáveis a ponto de chegar a desmaiar de tanta dor..e sempre busquei saber e entender tudo sobre essa doença...tenho muito medo de qd me casar nao poder satisfazer meu marido, sendo que nos guardamos e nos preservamos para tal momento, que é claro, toda mulher que esta se guardando sonha!
    Não namoro, e nem estou prestes a casar, porem saber sobre essa possibilidade ja me deixa muito triste, pois nao sei se a pessoa que estara comigo sabera entender a situaçao, muito menos se eu terei coragem de falar sobra tal assunto, pois sou timida e falar de sexo com um rapaz (que nem sei se realmente sera a pessoa que Deus colocara em meu caminho) é muito estranho

    ResponderExcluir
  14. Boa noite, estou com 15 dias que passei por cirurgia de endometriose, descobri que dinha está doença faz 4 meses, sentia e ainda estou sentindo dores, acho que é devido aos poucos dias ainda, sempre tive o apoio, carinho e cuidado do meu esposo e gostaria de dizer a vcs endomaridos que é muito importante este apoio pra nós mulheres que sofremos com está doença. Que Deus nos cure e abençoe a vida e o casamento de vcs.

    ResponderExcluir
  15. ola boa noite ,eu gostaria de relatar o que se passa comigo ,hoje com 54 anos ,eu descobri que tinha endometriose ,
    aos 26 anos de idade depois de muito luta e sofrimento tenho 3 filhos ,fiz a traquiostomia ,minha bexiga foi descascada igual uma laranja ,tirei as trompas ,o ovario esquerdo e uma plastica no direito ,me operei aos 27 anos dela pra ka me acabei como mulher nunca mais consegui ter intimidade com meu marido ,me doi tudo minhas pernas incha tem dias que fico 4 dias de cama ,entrei na menopausa precoce com 33 anos de idade ,e na menopauza com 42 anos ,eu preferia ter morrido meu marido e jovem e nao entende oque eu faço primeira vez que entrei nesse blog gostei muito vcs tem uma solução porque os medicos diz vc nao tem nada e porque estou morrendo aos poucos podem me esplicar espero resposta obrigado ....meu email e luciaromanetti@gmail.com

    ResponderExcluir
  16. ola boa tarde, tem 22 anos e alguns dias descobri que tenho endometriose. Ainda não sei o que pensar, saber que talvez não posso ter filhos, saber que não vai ser fácil pra mim, pra minha familia e pro meu namorado. Estou recebendo muito apoio, e Deus colocou um namorado maravilhoso no meu caminho, mas tenho muito medo dele não aguentar. queria muito saber como os maridos e namorados de quem também possui endometriose estão lidando com a situação, pois fácil não é.

    ResponderExcluir
  17. Boa tarde me chamo iraci e tenho 36 anos Descobrir a a 3 meses a traz q tenho endometriose esta sendo muito difícil pra m e pro meu esposo pois praticamente paramos nossa vida sexual

    ResponderExcluir
  18. Que lindo seu testemunho! Parabéns por ser um homem de verdade. Espécie rara nos dias de hoje. Que Deus abençoe sempre vcs!

    ResponderExcluir
  19. Realmente te essa é uma história de amor muito linda. Eu descobri a endometriose (diagnósticada apenas clinicamente - já que sou virgem e só pude fazer exames simples) aos 16 anos, hj tenho 22 e apesar de já ter tentado diversos anticoncepcionais, Allurene, entre outras coisasnao consigo ficar livre da dor que cada vez só piora, estou até suspeitando de endometriose intestinal, já que cada vez mais tenho dores para ir ao banheiro.
    Não tenho namorado, mas oro a Deus que coloque alguém em minha vida que compreenda minha dor e que consiga lidar com isso, para os meus pais é muito difícil compreender, aprender a lidar com tudo que a endometriose trás para as nossas vidas é difícil. Com 16 anos eu comecei a lidar com os questionamentos que a maior parte das portadoras da doença lida: Será que vou ter dificuldade para engravidar? Será que vou conseguir ter filhos um dia? Meu marido vai me entender e conseguir lidar com essa doença? Como vai ser a minha vida sexual? Até que ponto minhas dores e a doença vai piorar?
    Esses são apenas alguns dos questionamentos que eu me faço até hj, e imagino que todas lidam com isso. Momentos de depressão, momentos de aceitação, tristezas, perdas e principalmente de superação. É ótimo ver que outras pessoas enfrentam o mesmo que eu e conseguem lidar com isso. Parabéns ao casal, espero que Deus me abençoe encontrando alguém que passe por essa luta com compreensão e amor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ola tudo bem ,oque eu posso te falar e só uma coisa de imediato suspender a mestruação com injeção ou com Eplanão e umhormonio que e colocado pelo Ginicologista sub cultanio no braço para que o tratamento seja bom porque nem todos os Medicos da atenção que nos precisamos esse hormonio custa agora de 1.200 reais na ultra farma paga menos ,ai ve quanto o Medico cobra pra colocar e feito no consultorio mesmo ,porque enquanto não suspender a mestruação vc não vai bicar boa ,filhos e pra depois eu sofri muito depois que melhorei tive 3 filhos mais não vai pela cabeça das pessoas procure um bom Ginicologista e corre atraz porque a endometriose anda pelo corpo so isso pra te falar um forte abraço ....

      Excluir