segunda-feira, 28 de novembro de 2011

CONVIVENDO COM AS DORES DA ENDOMETRIOSE!!

Ufa! Quase uma semana sem postar. Mas é que estava numa correria sem fim. Além das dores diárias, claro. Hoje quero falar algo muito sério: as nossas dores. Já escrevi aqui que as dores independem do grau. Ou seja, uma mulher com endo grau I, pode sim ter mais dores do que uma que tenha grau III ou IV, por exemplo. Agora, por que temos dor mesmo aparentemente não tendo focos? Infelizmente, a endo ainda é uma doença enigmática e por isso muitas coisas são inexplicáveis. Como essa pergunta que acabei de fazer. Com isso, é obrigação de uma portadora de endometriose conviver, e bem, com as malditas dores, pois nossas dores diárias são normais. Sei que é bem difícil, e às vezes, uma loucura concordar com o que acabei de dizer. Mas, é a nossa realidade, infelizmente.  Por muitos e muitos anos, antes de saber o que eu tinha, não conseguia sair, levantar da cama. Foram anos e anos que me privei da minha vida social. Fiquei mais de quatro anos sem conseguir ter uma vida normal. É muito difícil, mas temos que ser mais fortes do que as dores. Quase impossível eu diria, pois a dor é latejante e faz questão de dizer o tempo inteiro: “olha, eu estou aqui viu.” Não é uma dor constante, mas uma dor bem chata. Como o intuito do blog é informar e relatar o que eu vivo, digo: “estou fazendo isso, e cada uma de vocês também precisam ser mais fortes do que as dores.” Se não fosse assim, teria que parar a minha vida, de novo, em função da endo.


A endo já atrapalhou muito a minha vida, e como ela ainda não tem cura, temos que saber conviver com a endo. Parece loucura, pois quem gosta de ter dores 24 horas ao dia. Eu mesma vivo à base de remédios, mas confesso que nos últimos dias tento tomar o mínimo possível. Senão, onde vou parar... na morfina? Não, de jeito nenhum, eu não quero. Sei que é muito difícil entender isso. Até mesmo quando os médicos dizem: “você não tem nada, não deveria ter dor.” Aí, você pensa: “mas quem sente a dor sou eu, como não tenho nada.” Pois é, mas isso é possível. O que dá medo são os médicos que falam isso, pois acham que somos malucas para inventar a tal dor. Aí, colocam a culpa na nossa cabeça. O que eu não entendo é o porquê que esses médicos querem explicar algo que nem a medicina e nem os cientistas explicam. Por isso, é muito importante um ‘bom’ especialista. E, o ‘bom’, não quer dizer aqueles que estudaram numa renomada faculdade, mas sim, aqueles que comparecem aos congressos, aqueles que estudam e querem entender a doença.  A ciência é clara: ainda não há cura para a endometriose, mas podemos conviver muito bem com ela, mesmo tendo dores diárias. Por isso, eu agradeço cada segundo quando não tenho dor. Como agora, por exemplo. Ontem, domingo, dia 27, estava trabalhando e morrendo de dor. Aguentei firme e quando não deu, tive que tomar um comprimido de nimesulida e outro de torsilax. Este post é mais para que as portadoras reflitam sobre a doença e seus dolorosos momentos. Beijos com carinho!!

6 comentários:

  1. Oi Caroline,vi seu link em outro blog e resolvi fazer uma visitinha.Ache as informações do seu blog muito uteis para o dia dia,tenho umas amigas que tem a endro e sei o que elas passam.Vou indicar seu blog para elas com certeza.
    Faça uma visitinha no meu cantinho também vou amar ter você por lá.
    Bjus

    http://pamelacomelas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Caroline, vi seu blog e achei interessante.
    Minha esposa tem uma dor insuportavel toda vez que entra na ovulação, todos os GO que passou, falaram da endometriose, então, depois de algumas outras consultas, minha esposa fez colonoscopia (pois acharam que seria sindorme do intestino irritado) resultado - normal, vez videolaparoscopia, e também não achou nada, tudo normal, e continua com as dores insuportáveis, os medicos também falam que isso é coisa da cabeça, ela também está fazendo consulta com Perapeuta Pranico, esta ajudando bastante, mais as dores pessistem. Todos falam, tenham filho que a dor vai passar, mais e se na gestação tiver essa dor insuportavel? e se na mamentação tiver essa dor de novo? eles não respondem, só falam que colocamos muito E SE, e SE, poxa, quem ta com essa dor, não pensa em ter filho, minha esposa ja chegou a cogitar em tirar o utero fora. Não sabemos o que fazer mais, ela hoje toma Lisador a cada 2 horas e Buscopan a cada 4 horas, e claro, nunca tira a dor, esim apenas amenisa. Já chegou a tomar Tylex que tem a codeina (morfina) e mesmo assim a dor não passa.
    O GO chega a achar que estamos inventando a dor.

    Estamos tentando ver até onde vai....

    Obrigado pelo blog.
    Henrique Franciosi

    ResponderExcluir
  3. Olá, Henrique como vai? Muito esquisito isso. Ela fez mesmo a vídeo? Com um especialista? Realmente, você está certo, pois não necessariamente as dores melhoram com a gravidez. Podem melhorar, mas não é certeza. Seria bom a sua esposa procurar outro especialista. O que acha? O que não pode é sua esposa continuar com esta dor horrível. Se precisar de ajuda estou por aqui. Seja muito bem-vindo ao blog!! Beijos com carinho!

    ResponderExcluir
  4. Olá, Caroline ! Parabéns por compartilhar sua experiência com a Endometriose.
    Eu convivo com essa doença há muito tempo, perdi um ovário, quando descobri que tinha um cisto endométrio enorme...Tive recidiva, após a cirurgia e fiz um tratamento com Selene por 6 meses, logo após, engravidei da única filha, graças a Deus. .Descobri, após 15 anos, que estou com um Cisto de 9 cm, endométrio, o Útero com 106 cm³ e o Ovário com 164 cm³. O CA 125, deu alterado para: 80. Meu médico e outra médica, 2² opinião, indicaram fazer Histerectomia. .O curioso nessa história, é que NÃO SINTO DOR, acredito, que seja as cápsulas de Uxi-Amarelo de 350 mg e Unha de Gato de 300 mg. que tomo, mando manipular na farmácia Homeopática, deu certo para mim e não sinto dor, mas estou apreensiva com esse cisto, porque não me sinto preparada para passar por uma Cirurgia dessas sem sentir dor, já tive muitas perdas, inclusive de convívio social por causa dessa doença, fiquei com depressão, fobia de sentir dor, tive que fazer um tratamento com antidepressivo e estou bem. Gostaria de receber e-mail de pessoas que estão passando pelo mesmo problemas para dividir experiência. .Será que existe alguém que convive com a Endometriose sem operar e sem correr risco de ter uma doença pior, por enquanto estou suportando porque não estou sentindo dores, motivo pelo qual não estou confiante em correr o risco de uma Histerectomia. Ana

    ResponderExcluir
  5. Estou saindo agora de um consultório médico, de onde sai, mais uma vez com uma referência para outro médico. Isso tudo depois de fazer vários exames pra tentar descobrir o que causa tantas dores na minha barriga, na pelve até ao redor do umbigo, principalmente durante a menstruação. Só que hj não estou mais menstruada, ainda assim, pareço que estou é num pós cirúrgico. Dói tudo, ao menor movimento, imagina quando subo numa moto, sem condição. Minha barriga está toda distendida, e ao apertar qualquer lugar está muito dolorido, no baixo ventre ainda mais e sinto vontade de fazer xixi mais constantemente, coisa que no mês passado não tinha. Também sinto sensação de febre.
    A médica disse pra eu tomar lisador* e ir pro médico que vai pedir um exame de nome complicado, já que fiz u.s transvaginal, ressonância pélvica e retocolonoscopia , e nada deu pra diagnósticar a ENDOMETRIOSE, que é a suspeita dos médicos que já passei.
    Nos exames ficou detectado 2 cistos de ovário e 1 mioma no útero, mas segundo os médicos tão pequenos que não precisam de tratamento e nem são causas dessas dores, assim como uma colite no intestino, que também não foi passado medicamento.
    Só Deus. Jeová Rapha pra me curar.

    ResponderExcluir
  6. Estou saindo agora de um consultório médico, de onde sai, mais uma vez com uma referência para outro médico. Isso tudo depois de fazer vários exames pra tentar descobrir o que causa tantas dores na minha barriga, na pelve até ao redor do umbigo, principalmente durante a menstruação. Só que hj não estou mais menstruada, ainda assim, pareço que estou é num pós cirúrgico. Dói tudo, ao menor movimento, imagina quando subo numa moto, sem condição. Minha barriga está toda distendida, e ao apertar qualquer lugar está muito dolorido, no baixo ventre ainda mais e sinto vontade de fazer xixi mais constantemente, coisa que no mês passado não tinha. Também sinto sensação de febre.
    A médica disse pra eu tomar lisador* e ir pro médico que vai pedir um exame de nome complicado, já que fiz u.s transvaginal, ressonância pélvica e retocolonoscopia , e nada deu pra diagnósticar a ENDOMETRIOSE, que é a suspeita dos médicos que já passei.
    Nos exames ficou detectado 2 cistos de ovário e 1 mioma no útero, mas segundo os médicos tão pequenos que não precisam de tratamento e nem são causas dessas dores, assim como uma colite no intestino, que também não foi passado medicamento.
    Só Deus. Jeová Rapha pra me curar.

    ResponderExcluir