segunda-feira, 3 de junho de 2013

"A VIDA DE UM ENDO MARIDO": ALEXANDRE E SUSANA CELEBRAM 3 ANOS DE CASAMENTO!!

O que dizer do amoooooor?? Ah, ele é lindo, um sentimento maravilhoso, que enche corações, a mente… bate aquele frio na barriga quando escuta a voz do ser amado, dá aquele gelo no estômago quando beija, abraça, ai que delícia! Ah, como seria bom se todos os seres humanos experimentassem esse sentimento sublime. E experimentar o amor independe de estar com alguém ao nosso lado. Sabe quando a pessoa fica mais poderosa? Quando ela se ama. Esse é um dos segredos daquela pessoa que é bem resolvida, de bem com a vida, afinal, nós temos de nos amar acima de tudo e não podemos depender dos outros para isso. Agora, quando esse amor é somado e multiplicado a outra pessoa, torna-se ainda mais incrível. Hoje, quando nosso endo marido pediu para escrever um texto especial e que eu tinha de publicá-lo hoje, quando perguntei por quê? E ouvi: “Eu e Susana completamos três anos de casados e quero presenteá-la com este artigo”. Eu respondi: “É claro que sim, não posso falar não!” Eu fiquei emocionada, porque quero que esse amor de Alexandre e Susana passe a inspirar muitos casais no Brasil e no mundo todo. E, inclusive, amo esse casal maravilhoso. Não consigo mais viver sem eles. 

O mais incrível é ver como Deus é realmente maravilhoso. Jamais imaginei que redes sociais pudessem criar esse vínculo do amor entre pessoas que nunca se encontraram antes. E isso não é só com eles não. O A Endometriose e Eu é o blog mais lido do mundo, com 2 mila acessos diários, porque há 3 anos ajudo mulheres a entenderem melhor o que é e como é viver com endometriose no mundo todo. E também porque o blog propaga o amor, mesmo quando eu vivia com muitas dores, o amor sempre prevaleceu em mim. Nunca ultimei o ódio, a raiva e nenhum sentimento negativo, somente o amor, o carinho. Mas como quem comanda está lá em cima e sabe de todas as coisas, eu só tenho a agradecer a Ele por ter me apresentado pessoas tão especiais. Ah, se não fosse essa tal de endometriose. Eu sou tão feliz por ser quem eu sou, como Deus me fez, com endometriose, e princialmente, por estar cercada de amor e vibrando amor aos quatros cantos do mundo e passando esse amor às endoirmãs!!! E viva o amor e a boda de couro de Alexandre e Susana. Beijo com muito carinho e muito amor! Caroline Salazar

"Hoje faz 3 anos que casei com a minha Susana. Juntos desde 2006, pode parecer uma história idílica, mas a nossa é acompanhada pela endometriose. Desde o início, a Susana foi honesta comigo. Tentou dizer-me que era portadora desta doença, o que significava, e eu tentei compreender. E lá fomos namorando. Eu tinha um carango bem velho na época, a que carinhosamente chamava "o chasso do amor". E 2007 foi um ano em que nós conhecemos um ao outro, passeamos bastante apesar dos magros recursos e das preocupações dos pais dela acerca de sua saúde e da possibilidade de o carro cair aos pedaços logo na primeira curva. Esse ano foi recheado de lugares especiais para nós, batemos muitas fotos e acabou gerando um álbum a que eu chamei de “2007, Odisseia no chasso”. Não tínhamos muitos recursos, ir de carro a qualquer lado era bem caro para as nossas posses. Mas fomos muito felizes, rimos muito, fizemos piquenique, fomos à praia... aprendemos aos poucos a amar e a ser companheiros e cúmplices. Interessamo-nos pelos assuntos do outro, ajudamos nos objetivos que tínhamos, e aos poucos, conseguíamos umas coisas e outras não, mas sempre juntos. Eu recordo que vivendo em cidades separadas por 30 km, algumas foram as vezes em que eu a deixei em casa à noite, e depois de ela deitar na cama eu ia ajeitar as cobertas e dar um beijo de boa noite. Depois regressava no chasso para casa, sabendo que tinha deixado a minha menina bem entregue e a descansar.

Atravessamos muita coisa juntos, coisas boas e nem tão boas. Em 2010 casamos num santuário próximo da nossa casa. A endo já estava bem presente na nossa vida da forma que todos os casais afetados pela doença conhecem. Isso não me demoveu. Desde que a conheci soube que ela é especial, que íamos acertar os dois se ela me aceitasse. E, desde então, tenho sido feliz com essa mulher, minha melhor amiga e companheira. O fato de ela estar hoje com dor, de não poder ser como gostaríamos, não faz com que seja menos especial. Sempre temos tido a sensação de que estamos juntos a dezenas de anos, é como se sempre nos conhecêssemos, apesar de apenas a ter encontrado aos 30 anos. Sou feliz com ela. Nem sempre é fácil enfrentar a doença, nem sempre é fácil compreender o outro lado, nem sempre evitamos uma briga, mas isso não nos separou até hoje e eu imagino que não nos venha a separar nunca.

Eu espero que esta homenagem que faço aqui hoje à minha esposa, sirva também de testemunho de que é possível viver com a endo como escolha e por amor. Eu não fui pego de surpresa. Sempre soube que ela tinha um problema. Para quem não sabe, em agosto passado ela teve uma histerectomia total. Não podemos mais ter filhos. E eu nunca amei tanto a minha mulher. Aceito o que a vida nos traz, agradeço as bençãos e os desafios. Muitos dias dói vê-la com dor. Muitos dias o sentimento de impotência para a ajudar me invade, muitas vezes vou trabalhar de coração partido quando ela fica em casa sofrendo. Mas todos os dias eu sou feliz por tê-la comigo. E agradeço tudo o que ela faz por mim, a paciência que tem para as minhas manias, os meus hábitos irritantes, o meu ronco que acorda os vizinhos, minha falta de jeito para algumas coisas. Recordo quando estávamos em uma reunião de preparação para o casamento, e me pediram para dizer na frente de todo o mundo o que eu gostava mais na Susana. Ainda hoje mantenho a resposta que dei, e que saiu do fundo do coração: “a forma como ela sabe esperar que eu revele o melhor de mim”. 
Obrigado por estes sete anos e meio juntos, com três de casamento. Nenhum arrependimento, nenhum lamento. Que viagem alucinante tem sido, e como tem sido gostoso acordar a teu lado todos os dias Susana."

12 comentários:

  1. Parabéns!!!!! Que lindo!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Anônimo, mas isso aí é de coração. Quando vem lá do fundo, tudo é fácil porque é natural.

      Abraço

      Excluir
  2. Parabéns! Felicidade hoje e sempre... muito lindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De volta pra você :) Tudo de bom na sua vida.

      Excluir
  3. Meu amor nao esperava....nem sei que dizer. Foi surpresa mesmo. Só posso dizer que te amo e vou amar sempre, te respeito cada vez mais e que agradeço a Deus ter-te posto no meu caminho!!!! Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, em casa tu agradeces melhor. Mais uma vez te digo que sou feliz, com endometriose ou não. No dia em que resolvi arriscar os meus sentimentos e assumi para mim a responsabilidade de ser magoado, sem te culpar por ainda não sentires o mesmo por mim, foi o dia em que fui abençoado com o início desta viagem que temos feito juntos.

      Excluir
  4. Nossaaa...fui de suspirar!
    Pelo carinho gostoso da Caroline...que sentimento bom de ouvir, ou melhor de ler. Deus tem propósitos nas nossas vidas que jamais vamos imaginar, por tão grande é o seu Amor...sentimento este que nos invade até mesmo na dor. Louvado seja nosso senhor Jesus Cristo!
    Agora esse Endomarido,que Deus continue abençoando essa união, que mesmo antes da concretização do matrimônio, já vivenciava...na alegria, na tristeza, na saúde, na doença, na riqueza, amando-te, repeitando...lindo, lindo!! Parabéns Alexandre e Susana!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gil, o que eu falo aqui eu falo também em casa, quase todos os dias. Sempre manifesto o meu amor e carinho pela Susana, assim do nada, apenas porque apeteceu. Para todos os casais tocados pela endo, tentem fazer isso. No início pode parecer até meio estranho, mas continuem. Essas manifestações de carinho muito ajudam quem tem que enfrentar todas essas provações.

      Ela sabe muito bem tudo isso que eu escrevi aqui. Claro que eu sei que gostou, e eu não tenho qualquer problema em homenagear a minha esposa publicamente. Eu fiz isso por ela, mas também para mostrar que a endo não é impedimento de felicidade e amor. Tem bastantes casais por aí fazendo o mesmo que nós, mas para aqueles que estão atravessando uma fase mais complicada, ofereço esse exemplo e quem sabe poderemos inspirar algumas pessoas a sentir que é possivel sorrir e continuar amando através da dor.

      Agradeço muito as suas palavras. Possam os seus votos para nós ter reflexo em você

      Excluir
  5. q lindo exemplo alexandre parabéns pra vc
    felicidades sempre ao casal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Andreia. Desejo para você as mesmas felicidades.

      Excluir
  6. Uauuu que amor mais lindo!
    Que Deus continue abençoando sempre vcs casal!

    Um bj

    Laine

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Laine. Que seja abençoada também. Seja bem vinda.

      Excluir