segunda-feira, 19 de novembro de 2012

COM A PALAVRA, O ESPECIALISTA DOUTOR HÉLIO SATO!!

Após o feriado prolongado do dia 15, onde celebramos a proclamação da República, e no meio de outro, para as cidades que comemoram o dia da Consciência Negra, nesta terça-feira, a “Com a palavra o Especialista” esclarece as dúvidas da leitora Edna Cris, de São Paulo, e do endo marido Rafael Engel, do Rio de Janeiro. Nesta edição, o doutor Hélio Sato vai falar sobre a laparotomia (a cirurgia aberta, a chamada cesárea, com corte) e a adenomiose e o Allurene. Aliás, por falar em Allurene, o artigo do lançamento desse medicamento no Brasil é um dos mais lidos do blog e um dos que mais tem comentários. A Hosana Santana, voluntária no blog e quem está respondendo aos comentários, fez um apanhado nos comentários mais impessoais deste post para que o dr. Hélio possa responder aos poucos neste espaço. Como eu nunca usei este medicamento, eu não sei na real como ele age no corpo. Eu só posso falar daquilo que ouvi na coletiva de imprensa dos médicos e da diretoria da Bayer, fabricante do Allurene, que fui cobrir em agosto, mas como uma boa jornalista e repórter, eu só acredito naquilo que eu vejo e vivo. Então, não tenho como responder essas dúvidas, por isso achei fantástica a ideia da Hosana em tratar de algumas questões aqui. Porém, no artigo anterior sobre o Allurene esqueci-me de colocar um ponto importante que foi abordado na coletiva de imprensa: os médicos presentes alertaram que mulheres com histórico de câncer de mama na família (como no meu caso, minha tia materna teve câncer de mama) devem evitar o tratamento com esse remédio, justamente por conta de um de seus efeitos colaterais: o aumento das mamas.

Outro dia revendo o bloco que anotei a coletiva li isso e senti a necessidade de compartilhar com vocês. Também já falamos dele na coluna na estreia do dr. Hélio SatoDeixo claro que cada tratamento reage de um jeito em cada mulher. Tudo depende de cada organismo. Para mim, o DIU deMirena parece um milagre. Eu mesma nunca estive tão bem em toda minha vida e eu gostaria que todas vocês pudessem se sentir tão bem quanto eu estou. Tenho dias de dores, sim, mas são dores leves, principalmente, quando desce a menstruação ou na semana que antecede esse período. Nada que algumas gotas de dipirona e ou de buscopan não resolvem. O importante é ter retomado minha qualidade de vida perdida há anos. Aproveito a pergunta da nossa querida Edna sobre a laparotomia e se vocês querem saber minha sincera opinião, eu acho uma cirurgia perigosa, principalmente, devido ao alto índice de aderências. Falo isso por experiência própria. Eu esse tipo de cirurgia para retirar meu cisto aos 15 anos (dissera-me ser cisto de ovário, mas já era endometriose), e, por conta dela e da minha de apêndice mais focos, nas minhas duas cirurgias eu estava sempre muito grudada por dentro. Portanto, recomenda-se apenas em casos extremos. Se a laparoscopia pode nos dar como consequência aderências, imagine a com corte. Quem quiser ter suas dúvidas esclarecidas pelo doutor Hélio Sato é só deixá-las aqui com nome, cidade e estado. Peço a gentileza de preencherem todos os campos.

Aproveito o post para dizer que qualquer forma de propaganda de sites em comentários, só serão aceitos mediante autorização da editora. Caso contrário, eles serão automaticamente excluídos. Agradeço a compreensão de todos. Por se tratar de um blog social, de ajuda gratuita, comentários desse tipo fogem da ética do blog. Quem quiser anunciar aqui, já que o A Endometriose e Eu é o blog mais lido do mundo sobre endometriose, é só entrar em contato comigo no e-mail carolinesalazar7@gmail.com. Às portadoras de endo, não se esquecem de preencher o Cadastro Nacional dasPortadoras de Endometriose. Só com ele poderemos comprovar que somos muitas, pois temos o direito como cidadãs de sermos reconhecidas pelos nossos governantes, em especial, da nossa presidente, Dilma Rousseff. Peço a gentileza de preencher todos os campos do cadastro, assim eles não precisarão ser refeitos. Tenho percebido que alguns estão incompletos e isso poderá dificultar futuros contatos. Nesta semana irei colocar novos pôsteres da primeira parceria internacional do blog. Veja o vídeo aqui e os primeiros pôsteres. Aproveito para agradecer a todos nossa marca histórica, que tão cedo pensei que o A Endometriose e Eu poderia ter: os mais de 240 mil acessos e os mais de 561 seguidores do blog e aos mais de 1100 fãs da página do blog no facebook mesmo e Beijos com carinho!!

– Tenho endometriose profunda com focos no intestino, ovários e atrás do reto. Foi-me sugerido fazer a cirurgia por laparotomia, devido aos muitos focos e aderências. Também tenho um cisto grande no ovário direto. Gostaria de saber mais sobre a laparotomia para endometriose e se esse tipo de cirurgia é feita nos dias de hoje? E também em quais casos ela é indicada? Edna Cris – São Paulo

Doutor Hélio Sato: As cirurgias de endometriose são feitas preferencialmente por laparoscopia, pois, as incisões são menores e com recuperação mais rápida. Porém tem custos mais elevados e não são todos os ginecologistas que têm experiência de tratamento de endometriose por laparoscopia, principalmente, aquelas profundas. Deste modo, se não há possibilidade de laparoscopia, o tratamento pode ser feito com a cirurgia aberta. A indicação da laparotomia é muito relativa e depende da experiência da equipe, da qualidade dos equipamentos, da extensão da doença e das co-morbidades como trombose venosa anterior, doença pulmonar, etc...


- Minha mulher tem endometriose e lhe foi receitado o Allurene. Além da endometriose, ela também tem adenomiose. Quero saber se esse medicamento é para todos os tipos de endometriose, inclusive, a adenomiose? Rafael Engel – Rio de Janeiro 

Doutor Hélio Sato: A adenomiose é a infiltração de endométrio no miométrio e com diferenças e semelhanças em relação à endometriose. E o tratamento pode ser a retirada do útero naquelas mulheres sem mais desejo reprodutivo e, por meio de medicação, naquelas que desejam preservar o útero. Dentre as possibilidades de medicação, os progestogênios são opções amplamente utilizados. Como o Allurene é um progestogênio, ele pode ser utilizado no tratamento. Porém, a resposta é variada e individual. Desta forma, é necessária a reavaliação da satisfação do tratamento após alguns meses.



Sobre o dr. Hélio Sato:



Ginecologista e obstetra, Hélio Sato é especializado e  endometriose e em laparoscopia. Ele tem graduação em Medicina, Residência Médica, Preceptoria, Mestrado e Doutorado em Ginecologia pela Universidade Federal de São Paulo. É pesquisador principal de projeto regular da FAPESP.

Hélio Sato tem certificado em Laparoscopia pela Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e de Obstetrícia. É membro da AAGL (“American Society of Gynecology Laparoscopy”) e é membro associado da clinica GERA de reprodução humana. (Acesse o currículo Lattes do doutor Hélio Sato).

20 comentários:

  1. Gostaria de saber do Dr. Sato uma informação sobre o Allurene. Tive 2 endometriomas, removidos cirurgicamente, e faço uso do Qlaira desde a cirurgia, há 2 anos. Atualmente estou apenas com sintomas leves, sem alterações no ultrassom e com CA125 baixo. Me sugeriram mudar para o Allurene, por ser o tratamento próprio para endometriose. Tenho receio de mudar, pois estou relativamente bem e quando usava uma medicação só com progestágeno (o Cerazette) tinha muitos spottings. A pergunta é: se eu tinha muitos spottings com o Cerazette, é provável que também os terei com o Alurenne (já que ambos são progestágenos)?
    Grata.

    ResponderExcluir
  2. Olá, querida Ana Maria. O dr. Hélio Sato já respondeu esta dúvida em sua estreia, no mês de agosto. O que diferencia o Allurene do Qlaira é a bula e o fato de o Qlaira ter um pouco de estradiol, o responsável por regular o ciclo menstrual. Já que vc está tão bem com o Qlaira, aconselho vc a não trocar de remédio. É o que eu faria em seu lugar. Vc não vai tomar um remédio por conta da bula... leia a explicação do dr. Hélio em http://aendometrioseeeu.blogspot.com.br/2012/08/estreia-da-coluna-do-dr-helio-sato-com.html Beijos com carinho!! Caroline Salazar

    ResponderExcluir
  3. Caroline , o seu blog esta sendo uma benção n minha vida, tenho 21 anos e sou portadora da endometriose faço tratamento desde dos 11 quando comecei sentindo fortes dores e menstruação muito irregular desde da primeira vez, minha mae teve endometriose pulmonar, então desde de mocinha ela me levou ao medico com 16 anos fiz a vídeo láparoscopia e constatou a doença já fiz diversos tratamentos e nao estou indo bem , enviei um email pra vc se possível me responda pois preciso esclarecer umas duvidas, por pesquisar com meu esposo sobre a doença e alguns novos sintomas s por intermédio do seu blog marquei uma consulta com dr . Helio Sato e estou indo para SP. Que Deus abençoe sua vida um abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mayra!
      Tudo bem?
      É tão difícil ter essa doença, saber que alguém que amamos teve/tem e saber que iremos passar por um sofrimento sem expectativa de um dia ter cura, que é o pior.
      Pode vim tranquila ao Dr. Hélio, ele é um excelente profissional, se estiver ao alcance dele para ajudar você, ele fará sem enganá-la, pode ter certeza que ele fará o que for possível para ajuda-la. Sou paciente dele e gosto muito da sinceridade e da honestidade que ele me trata. Espero que tudo dê certo no seu tratamento.
      A Caroline já respondeu seu e-mail? Ela responde todos os e-mail. Mas como são muitos que chegam, às vezes demora um pouquinho para chegar a resposta, mas se ela não respondeu, tenha calma que logo mais ela responderá.

      Boa sorte!
      Que Deus a proteja sempre.

      Beijos, com carinho
      Hosana Santana

      Excluir
  4. Caroline,eu virei fã de carteirinha do Dr Helio Sato,desde a minha consulta,e foi graças o seu blog que conheci o trabalho dele,agradeço a Deus e a vc,por nos informar e divulgar essa doença,estou dando procedencia ao meu tratamento com o Doutor e sigo confiante!Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana Paula!
      Como você está?
      Não tem como não ser fã do Dr. Hélio, ele é especial.
      Tudo dará certo no seu tratamento. Por favor, nos mantenha informadas do seu caso.

      Beijos, com carinho
      Hosana Santana

      Excluir
  5. ola Carol!
    teria que tirar umas duvidas com dr Helio o bom seu eu conseguisse ir numa consulta com ele mas sei que no momento vai ser dificil pelas minhas condiçoes financeiras mas já cheguei a pensar pra poder resovlver pois aqui no sul não sei se sou eu o eles que não me aajudam.
    gostaria que le me tirasse uma duvida se realmemte no meu caso tem que tirar porque nada para o sangramento eu não tenho mais força pra aguentar estou fraca e baixo peso e agora começou outros problemas pela falta de nutrientes que meu corpo está perdendo com esse sangramento. será que essa eco em 4d é boa mesmo pra diagnostico ela vai me ajudar ver o que tem que causa essa hemorragia direto. será que so tirando eu voltaria ater uma vida normal sei que a endo é pra sempre mas o que eu queria era resolver essa hemorragia que vai me acabar ate agora aguentei mas agora ate afastada estou nesse periodo por isso to podendo acessar mais frequente vcs.se vc puder me ajudar te agradeço. vc fica online alguma hora do dia ou a noite?
    mas mesmo assim obrigada
    parabéns pela conquista juntas venceremos
    bj
    Rosane borelli
    rio grande do sul cidade farroupilha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rose!
      Como você está? Vi lá no grupo no facebook que você já realizou a eco 4D. Já ouvi falar que tem uma discussão para substituir a ressonância de pelve pela eco 4D, pois estão alegando que é ótimo para visualizar os focos da endo. Como nunca realizei não posso dá nenhuma opinião sobre a eco 4D, mas sei que a ressonância é um método de diagnóstico por imagem bom para detectar a endometriose.
      Depois se você puder postar aqui como foi o preparo do exame, o resultado, se achou um método bom ou não, entre outros detalhes do exame, seria legal, pois com certeza outras portadoras irão lê e ficar mais confiante caso precisem fazer o mesmo tipo de exame.

      Boa sorte! Que Deus a proteja sempre.

      Beijos, com carinho
      Hosana Santana

      Excluir
  6. OLÁ CAROL, JÁ FIZ DUAS CIRURGIAS D CISTO OVARIANO,E HJ ESTOU C CISTO ENDOMETRIOIDE,GOSTARIA D SABER SE O ALURENNE SERIA MEDICAMENTO INDICADO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eliziane!
      Tudo bem?
      Infelizmente essa resposta só o médico que acompanha seu caso pode informar, pois existe outros tipo de tratamento para endometriose, seu médico que tem que informar a você qual o mais indicada para seu caso.

      Beijos, com carinho
      Hosana Santana

      Excluir
  7. Olá... Me chamo Tatiana, tenho 28 anos e tenho endometriose há 07 anos. Fiz 4 laparoscopias, desde que descobri a doença e já passei por uma faixa de 7 médicos diferentes em diferentes estados do Brasil (Minas, RJ e SP). Sou casada, sem filhos e sofro, sofro muito com essa doença que me tirou o que eu tenho de melhor: a felicidade em fazer as coisas simples da vida. Não consigo mais fazer nenhuma atividade física, o que me faz muito mau. Sinto muita pricipalmente da dança, que me liberta. Hoje estou presa a dores constantes (tenho em média 3 a 4 dias de folga para 7 dias com dores). Tenho medo de perder meu emprego por conta da dor, que me impede de ir trabalhar ou de executar as minhas tarefas de forma eficaz. Graças a Deus tenho uma marido maravilhoso, que me apoia incondicionalmente, mais tenho medo para o que o futuro nos reserva. Estamos tentando engravidar, mais com tanta dor, até esse simples prazer me é tirado de forma bruta. Já usei todo o tipo de medicação possível para tratamento e minhas crises são tratadas com codeína e ainda sim, tenho dificuldade para controlá-la. Pesquisando sobre a doença, encontrei este blog, que me fez rir, chorar, ter esperança de que minha situação ainda pode melhorar. Agendei uma consulta com o Dr. Sato, mais cm o meu plano,a consulta ficou para fevereiro. Estou tentando agendar uma consulta particular para tentar conhecê-lo o quanto antes e ver se ele pode me ajudar, pois estou fraca, cansada, desanimada com a minha vida hoje. Ainda tenho momentos nos quais volto a ser aquela pessoa feliz, animada, brincalhona... mais tudo se vai quando a dor aperta e sem ter mais como lutar, me entrego a dor.
    Obrigada por lerem meu desabafo, vocês que possuem esta doença, sabem exatamente como ela pode minar o que você tem de melhor.
    Abs.
    Tati

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tati!
      Como você está hoje?
      A endometriose, sempre a endometriose nos tirando o simples prazer da vida. Sei o que diz, como sei, passei por algumas coisas que você relata. Quando os médicos falam de atividades físicas, eles esquecem que não temos condições alguma de fazê-las, em muitos momentos até levantar da cama fica difícil. A dispaurenia (dor no ato sexual) é comum nas portadoras de endometriose. Como namorar com dor? Não dá. Impossível tentar engravidar sentindo dor. O que tem que ser feito é tratar a endo para ter uma melhor qualidade de vida. Eu sou paciente do Dr. Hélio Sato, posso dizer que ele é meu anjo, meu médico que me dá chão até hoje, ele é tão especial, foi ele o responsável pela minha paz, ele entendeu meu caso de uma forma que nenhum médico no qual eu passei me entendeu. É humano, ético, educado...ah! são tantas qualidades que eu tenho a descrever do meu querido Dr. Hélio. Tenho certeza que você vai gostar dele e mais ainda que ele vai ajuda-la. A agenda dele é bem disputada mesmo, sempre cheia de pacientes, e a consulta dele é simplesmente maravilhosa. Quando você passar com ele vai entender o que estou querendo dizer.
      Por favor, nos mantenha informadas do seu caso. E se quiser contar sua história com a endo aqui no blog é só escrever um e-mail para carolinesalazar7@gmail.com

      Boa sorte! Que todo esse tormento da sua vida passe, e que você volte a ter qualidade de vida e prazer pelas coisas simples do dia à dia.

      Que Deus a proteja sempre.

      Beijos, com carinho
      Hosana Santana

      Excluir
  8. meninas, queria tirar uma dúvida com quem ja tomou o alurenne, eu tomei apenas uma caixa, que foi a médica quem me deu uma amostra gratis, ela pediu que eu tomasse durante seis meses, mas é muito caro e no momento não posso comprar, então, tomei só uma caixa e parei,mas o problema é que vai fazer uma mês que parei e a menstruação não desçe, sinto cólicas seios doloridos, mas nada, queria saber de alguem que já tomou se aconteçeu o mesmo. grata.

    ResponderExcluir
  9. Ola. Tenho endomtriose, sou de Goiania. Vi um post aqui um tempo atras de alguem postando os médicos q sao especialista em endo. Nao consigo achar ele. Alguem saveria me informar ou alguém de Goiânia q le este blog q poderia me passar nomes deles? Obrigada.

    ResponderExcluir
  10. TENHO 48 ANOS E FIZ UMA ULTRASSONOGRAFIA ONDE HOUVE A SUSPEITA DE ADENOMIOSE. GOSTARIA DW SABER QUAL O EXAME PARA CONFIRMAR ESSDA SUSPEITA E SE CONFIRMADO SE TEM CHANCE DE CESAR COM A MENOPAUSA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom não sei se já conseguiu a resposta mas o meu foi a Ressonancia magnetica pelve.

      Excluir
    2. Bom não sei se já conseguiu a resposta mas o meu foi a Ressonancia magnetica pelve.

      Excluir
  11. Bom dia estou com um quadro de endo e os medicos me disseram que so operando, mas como tenho 30 anos e uma unica filha não posso, estou desesperada, pois é dor todos os dia e horas, acho que esta afetando meu intestino e coluna pois sinto muita dor abdominal e nas costas, nada me passa a dor o que faço pois o meu desespero é tão grande que da vontade de cortar um pedaço da barriga, ja tomei injeções para não mestruar, agradeço pela resposta

    ResponderExcluir
  12. bom,meu nome é Tina,há 50 dias fiz a histerectomia parcial,pois meu colo não pode ser retirado pois está colado ao intestino,devido a endometriose e adenomiose,tenho 45 anos,e tinha miomas que causavam hemorragias intensas,Minha cirurgia foi pelo SUS em Goiânia,moro no entorno de BSB,a médica já me deu alta,mas não me forneceu o resultado da biópsia,tenho inchaços constantes na barriga,não são gases.ás vezes um pouco de dor,ah ela deixou um ovário,pq já tive nódulo maligno no seio,e não posso fazer reposição hormonal,Minha dúvida,o colo pode estar com endometriose?pode passar pro intestino?a nossa fisiologia interna muda com a retirada do útero? as relações são normais como antes,pq teve pessoas que me falaram que após essa cirurgia,é necessário o períneo,estou assustada,sem médico e sem respostas,Me ajuda

    ResponderExcluir
  13. Olá. Descobri a endométriose a 1 ano e tive de fazer uma vídeolaparoscopia porem fiquei com foco dela no intestino ( poisera profunda)removi uma trompa e fiquei tomando o cerazete até agora, mas tive todas as reações possíveis rs. Quero mudar para o Qlaira o que acha? Fico preocupada pois disserem o estrogênio não é bom p quem tem endometriose o que me aconselha?

    ResponderExcluir