quarta-feira, 23 de março de 2011

O A ENDOMETRIOSE E EU É NOTÍCIA NO BLOG DA JORNALISTA DE SAÚDE CLAUDIA COLLUCCI!!

Há cerca de 10 dias, a jornalista Claudia Collucci fez uma matéria na Folha e S. Paulo sobre a unha-de-gato, um fitoterápico descoberto por pesquisadores da UNIFESP e da UFMA, que melhora as dores e as lesões das portadoras de endo. Conforme já falei aqui, enviei um e-mail a ela, parabenizando-a pelo artigo e falei do blog. Eu sempre leio as reportagens de Claudia, que considero uma das melhores jornalistas da área de saúde do país. Hoje, pela manhã, ao abrir o meu e-mail, tinha um dela, dizendo que fez um post no blog dela, "Quero ser Mãe", falando sobre o A Endometriose e Eu. Gente, confesso que fiquei muito emocionada. Chorei, de verdade. Eu ainda continuo passando por dificuldades, ainda não tenho o meu trabalho, ainda não tenho nenhum salário para receber no fim mês. Portanto, ainda continuo na mesma.

Na verdade, digo que o blog salvou a minha vida. Eu estava sem rumo e sem prumo, sem nenhuma vontade de viver, só pensava em morrer, como a maioria das portadoras, quando uma inspiração Divina me deu a ideia de fazê-lo. Escrever é tudo que sempre quis fazer na minha vida. Ainda relutei por dois, três meses. Mas, durante esse tempo, o meu namorado me perguntava todos os dias: “E o blog, você não vai fazer?” Até que, por insistência dele, resolvi fazer logo. Durante muito tempo, ele foi o meu único companheiro das minhas dores diárias. Sempre escrevi com muito carinho e amor. A minha vida ainda não está fácil. O que me deixou sem chão, não foi descobrir que sou portadora de uma doença enigmática, que ainda não tem cura. Foi perder o meu trabalho e nunca ter conseguido outro, por conta do meu tratamento de fisio na UNIESP. Foi ver que, em sete anos de carreira, fui para a estaca zero. E, tudo isso, por preconceito dos empregadores de nosso país. Desde os meus 10 anos de idade que quero ser jornalista. Só Deus sabe como estou e como passo os meus dias. Mas, aprendi que, tudo tem o tempo que Ele quer e não o nosso. Apesar de tantas cosias ruins que a endo me trouxe, coisas boas também vieram. Aprender a ter paciência e a esperar o tempo de tudo foram algumas delas. Eu era uma pessoa impaciente e queria tudo para agora. Não sou mais assim. Como diz o ditado: ‘Há males que vem para o bem’.

Por isso, ler hoje pela manhã, a matéria de uma brilhante jornalista, que escreve para um dos melhores jornais do país, elogiando a minha iniciativa, e, ainda por cima, sentindo as minhas dores, me fez chorar muito, mas desta vez, de emoção. Espero que vocês gostem. Beijos com carinho!!

A endometriose e suas dores

Fiquei feliz de ver o tema endometriose sendo abordado recentemente na novela “Insensato Coração”. Todas nós aqui sabemos o quanto essa doença é devastadora para as mulheres. Em geral, o problema está associado com a dificuldade de gravidez, mas os danos podem ir muito além do campo da fertilidade. E o pior: são ainda mais obscuros e difíceis de serem relatados.
Por isso, foi com imensa satisfação que conheci dias atrás, ainda durante as minhas férias, o trabalho muito bacana feito pela minha colega jornalista Caroline Salazar, portadora de endometriose e autora do blog “A endometriose e eu” http://aendometrioseeeu.blogspot.com/, que, aliás, foi citado na novela na Globo.
No espaço, Caroline conta de forma surpreendentemente sincera o quanto a doença tem afetado a sua vida _do campo profissional ao sexual_ e dá voz a outras mulheres com histórias parecidas. Um dos problemas que ela ressalta é talvez o mais difícil de ser abordado. Trata-se da dispareunia, que significa dor durante a relação sexual. Já ouvi relatos de que se trata de um sofrimento muito grande, mas, confesso, que não imaginava o tamanho dele até ler o relato da corajosa Caroline.
Para aliviar essa dor, existe a fisioterapia uroginecológica. Nela, as fisios tentam dissolver os nódulos de tensão de todo o assoalho pélvico (vagina), massageando o períneo com os dedos. Caroline faz esse tratamento na UNIFESP, porque nenhum plano de saúde tem cobertura para isso. Infelizmente.
E falando em UNIFESP, na semana passada fiz uma reportagem sobre uma pesquisa de lá com um fitoterápico à base de uma planta conhecida como "unha-de-gato", que tem melhorado a dor e as lesões causadas pela endometriose. Espero que gostem da notícia. O link é: http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/888330-fitoterapico-melhora-os-sintomas-da-endometriose.shtml

Blog Claudia Collucci - Quero ser Mãe: http://claudiacollucci.blog.uol.com.br

16 comentários:

  1. Carol, ler o seu blog alivia um pouco as minhas dores físicas e emocionais. Hoje, considero um dos dias mais triste da minha vida. Conforme comentei no post anterior, hoje foi o dia de retornar ao médico e saber qual o próximo passo já que terminei as 4 doses do zoladex depois da cirurgia. Mas, as notícias não são muito animadoras, o médico concluiu que não tenho chances de engravidar naturalmente e que a minha única chance é a fertilização in vitro. Logo desabei, mas para minha sorte meu marido de todas as horas estava do meu lado para ajudar a segurar a barra! Conclusão, preciso da ajuda de todas que postam no blog e saibam de alguma informação que me leve a uma FIV gratuita, pelo SUS ou até parcialmente paga, pois não tenho condições financeiras para fazer o procedimento e ter o meu tão sonhado filho. Peço de coração, que se alguém tiver qualquer informação que me dê uma luz estarei anciosa esperando, porque infelizmente o nosso governo não se importa com as nossas aflições! Segue meu email para quem tiver alguma informação glaucialvo@hotmail.com.
    Carol, mais uma vez obrigada pelo espaço que você criou, permitindo nossos desabafos!!! Bjos

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Caroline, mais uma vez Deus vem mostrar que as recompensas demoram mas chegam...
    sigo seu exemplo pra ter fé e esperar pela minha recompensa...
    bjos grandes
    sua fã.

    ResponderExcluir
  3. Oi Glaucia!
    Como seu médico chegou a essa conclusão? Tem exames comprovando que você não pode engravidar naturalmente?
    Sei que é difícil se manter em pé, eu passei por isso, não sei se leu minha história, mas um certo médico disse que eu não tinha a menor chance de ser mãe, que só através da FIV,e meu médico atual, fez exames onde comprova que eu tenho chances de ser mãe naturalmente sim, obvio que existe um cuidado devido a endometriose, é preciso um acompanhamento, mais existe a chance, sem contar que no meu caso existe muitas alternativas até chegar a FIV... Então, se não existir exames comprovando que você não pode, procure fazê-los. Pois, eu entrei no desespero por um motivo que nem havia necessidade, tudo porque não estava com um médico especialista, ele apenas achou, sem nem ao menos ter exames para comprovar, espero de coração que esse também seja o seu caso, que depois você post boas notícias.
    Não desabe, nada é impossível para Deus. Pode ter certeza que haverá uma saída, e Deus a acolherá em seu colo e a confortará nesse momento.
    Estarei aqui torcendo para que tudo acabe bem.
    Beijos

    Hosana

    ResponderExcluir
  4. Hosana,

    também creio muito em Deus, e sei que para ele nada é impossível!!! Mas infelizmente, os exames mostram que minhas trompas não estão permeáveis e o fato da minha bexiga está aderida em dois centímetros dentro do meu útero, fez com que as trompas e útero perdessem os movimentos pélvicos. A parte boa é que meu ovário está preservado, então meu médico aconselha que não menstrue até que se faça a FIV para correr o risco da endometriose prejudicar os ovários. Logo, sem menstruar não tenho nem como tentar naturalmente. Este médico que me acompanha é especialista em endometriose e esterileuta. E é por tudo isso que perdi o chão, e estou a procura de uma clinica que faça FIV, mas são todas caras!!!
    Obrigada pela força.
    Bjos
    Gláucia Lima

    ResponderExcluir
  5. Engraçado que descobri a endometriose a exatos 11 anos e NUNCA nenhum médico que passei me falou de um tratamento para a dispareunia... Eles pergutnam se seu sinto dores, fazem uma cara de "poxa coitada" mas fica só nisso...
    Só fiquei sabendo que isso tem tratamento aqui no blog!!!
    Quase não dão atenção quando falo que quase nunca tenho vontade de ter relação com meu marido!!!
    Carol, qual o nome do seu médico??? Ele atende assistência médica? O consultório é longe???
    Tem como vc me passar o contato dele???
    Dizem que o meu gineco é o melhor de SP mas to vendo que é só papo, talvez ele seja o melhor em reprodução humana mas... Enfim!!!
    Aguardo

    ResponderExcluir
  6. Ola Carol!!!!
    Tambem sou portadora da endo, descobri depois de um ano muito dificio, mudei muitas vezes de médico e cada um me dava um diagnostido diferente. Ao ver seus relatos me vi neles, pois eu sentia as mesmas dores "terriveis", não comia, não dormia, tinha medo de sair e senti-las. Sei bem o que é.
    Comecei meu tratamento em outubro do ano passado e a lesão diminuiu quase cem por cento, mas ainda sinto dores. tenho lido muitas coisas sobre a unha-de-gato, comprei e vou usa-la assim que terminar minha pesquisa.
    Seu blog é lindo e muito importante para nós, que temos esse problema.
    você usou a expressão " Aprender a ter paciência e a esperar" eu tenho a mesma experiencia e Deus tem sido meu refugio, quando tudo parece que vai acabar e o medo é maior que nós, nesses momentos precisamos ter fé mesmo diante das circunstância. "a fé é a certeza das coisas que se esperam e dos fatos que ainda não de vêem" Eb 11 verso 1. deus te abençoe e te guarde.
    Josinalva

    ResponderExcluir
  7. ola tudo bem boa noite bom eu tenho 28 anos e descobri que estou coj endometriose mais aqui onde moro não tem um ginecologista que acerta-se comigo queria pedir sua ajuda sinto muitas dores meu casamento as vezes acho que ta acabando por tanto sofrimento dores ja engordei cerca de 8 quilos em dois meses se puder me ajudar te agradeço

    ResponderExcluir
  8. Olá Rita, como vai?
    A função do blog é justamente essa: informar as portadoras. Mas é uma pena, que a dispareunia, uma das principais consequências da endo, é tão desconhecida dos médicos. Não gosto de passar tels. por aqui, envia-me um e-mail passo o telefone de um ótimo especialista a vc: carolinesalazar7@gmail.com Como bons especialistas, ainda mais por convênio, são raros, eu faço questão de indicar quem eu conheço e confio. Beijos com carinho!!

    ResponderExcluir
  9. Oie Isabela!
    Eu imagino o que está passando. Não se desespere! Qual ajuda vc quer? Em qual cidade vc mora? Passa um e-mail para carolinesalazar7@gmail.com Podemos conversar melhor!! Beijos com carinho!!

    ResponderExcluir
  10. Olá Josinalva!
    Seja muito bem-vinda ao blog! Obrigada por seu carinho!! Somente a FÉ, nos motiva a lutar contra algo que devasta tanto nós, mulheres. Tenta a unha-de-gato, sim e, com muita FÉ vc vai melhorar. Depois volta pra dizer o que achou tá. Beijos com carinho!!

    ResponderExcluir
  11. yury soares dos santos31 de março de 2011 11:44

    oi sou yury td bem sera que a unha de gato vai ajudar minha mãe sera que vai aliviar suas dores um abraço de toda a minha familia que DEUS TE ABENÇOE FIQUE COM DEUS.

    ResponderExcluir
  12. Oi Yury, como vai?
    Olha, boa pergunta a sua! Mas, eu tenho FÉ, que sim, viu. Eu ainda não tomei, mas eu quero muito. Como está a sua mãe?? Você é muito querido e, está sempre por aqui. Obrigada por seus comentários. Parabéns aos seus pais, por sua criação. Não some, não, viu! Beijos pra vc e toda a sua família.

    ResponderExcluir
  13. CAROL,ME CHAMO GEL E TENHO 35 ANOS DESDE OS DOZE ANOS SOFRO COM FORTES COLICAS.VIVIA NAS EMERGENCIAS,SEMPRE REMEDIOS ,PILULAS, INJEÇÕES E NADA CONCLUSÃO AOS 34 ANO DESCOBRIR UM MIOMA NO ÚTERO ,CISTO NOS OVARIOS ETC..DE PORCARIAS.FUI PARA O CENTRO CIRURGICO ,NUMA ESPECIE DE CESARIANA PERDI MEU ÚTERO E ANEXOS ESQUERDOS.ALÉM DO SOFRIMENTO PSICOLOGICO OBVIO,AS DORES SE TORNARAM PIORES,NO DIA 18 DE JUNHO DE 2012,FIZ UMA VIDEOLAPAROSCOPIA,APOS MAS DE UM MÊS CONTINUO SENTINDO AS MESMA DORES ESTOU PERDIDA NÃO SEI O QUE FAZER.AS DORES SÃO DEBILITANTES.NO LAUDO DA BIOPSIA DEU TUBA UTERINA COM FENOMENOS CONGESTIVO E CISTO DE CORPO LÚTEO HEMORRAGICO EM FRAGMENTOS DE OVARIOS.JÁ MARQUEI A VOLTA PRA O CIRURGIÃO,POREM A ANSIEDADE NÃO ME DEIXA DORMIR.PENSO QUE VIREI UMA INUTIL.ME AJUDA .OBRIDAO PELA SUA ATENÇÃO.

    ResponderExcluir
  14. Oi Gel!
    O correto é você passar no médico e pedi uma nova avaliação. Se for o caso pedir para encaminhar você a fisioterapia.
    Tem momentos da vida que precisamos superar algumas perdas, infelizmente seu útero não irá mais voltar, seja forte e procure vive como se você ainda o tivesse... Isso irá melhorar muito seu psicológico. Você não é uma inútil, não pense assim. Você está apenas passando por um momento difícil.

    Fica bem!

    Beijos

    Hosana Santana

    ResponderExcluir
  15. OI CAROL.SOU EU,GEL NOVAMENTE FUI AO MEU MÉDICO.ELE LEU A BIOPSIA E DISSE QUE EU NÃO TENHO MAS PROBLEMAS NA AREA PELVICA.QUE ATÉ O ÚNICO OVARIO ELE FEZ UMA PEQUENA RASPAGEM.PORÉM O DEIXOU,PELO MOTIVO DE SER NOVA OS HORMONIOS,BLA,BLA,BLA,ACONTECE QUE CONTINUO SENTIDO COLICA COMO SE MESTRUASE AINDA,SÃO DORES CRONICAS,DOI A BARRIGA AS COSTAS AS PERNAS A CABEÇA .É DIFICIL OUVIR QUE NÃO TENHO NADA NEM A ENDOMETRIOSE JÁ QUE ELE FEZ A CIRURGIA POR VIDEOLAPAROSCOPIA,EU NÃO TENHO ARGUMENTOS.POREM E AS DORES QUE SINTO SÃO REAIS.E ESTA ATRAPALHANDO MINHA VIDA PROFISSIONAL ,PESSOAL E ÍNTIMA.ELE ME RECOMENDOU UM CLINICO ESPECIALIZADO EM DOENÇAS CRONICAS .JÁ MARQUEI.AGORA É ESPERAR.POR CAUSA DE VARIAS CRISES DE INFECÇÃO URINARIA JÁ MARQUEI TAMBÉM UM UROLOGISTA. POR FIM É TE FÉ.BEIJOS.SE DE ME RESPONDE PRA DIZER O QUE VOCÊ ACHA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gel!
      Espero que esteja tudo bem com você.
      Como eu já havia escrito a você, o melhor é passar no médico e pedir uma nova avaliação, claro que você precisa realizar exames pós operatório para isso.Converse com o clínico especializado para ele solicitar esses exames, já que está mais próximo a consulta com ele.
      Depois conte-nos o que o médico especialista achou do seu caso.

      Boa sorte Gel!

      Beijos com carinho.
      Hosana Santana

      Excluir