sexta-feira, 16 de abril de 2010

DO GESTINOL À MENOPAUSA!!!!!

Quarta-feira foi uma correria total. Não deu nem tempo de postar. É que toda quarta, às 15h, tenho um compromisso muito sério. É dia de fisioterapia na UNIFESP. Mas isso é assunto para outro post. Afinal de contas, elas me tratam com tanto carinho, que merecem a minha eterna gratidão. Bom, mas o assunto agora é outro. Mas, enfim, com a paralisação da minha menstruação, eu parei de sentir dor? Bom, era tudo o que eu mais desejava, que o tal dr. Bruno – aquele que afirmou que eu não estava com endometriose - estivesse certo. Infelizmente não foi o que aconteceu. Muito pelo contrário, a cada dia, as dores eram ainda mais intensas. Muito fortes mesmo que, por muitas noites, eu acordava gemendo e gritando de dor. Ainda bem que, quase sempre, era fim de semana e eu estava na casa do meu namorado. Eu mal conseguia me mexer, imagina, então, levantar da cama. Nem pensar! Meu namorado acordava correndo para pegar o remédio. Eu já estava no buscopan composto, e apenas um comprimido não adiantava. No começo das dores, há muitos anos, o ponstan até resolvia, mas depois não deu mais. Tinha que ser dois e, às vezes, até três comprimidos de buscopan composto de uma vez.

Como já disse, quando as dores começavam, eu já falava: “Ai, a minha dor.” Sim, eu sempre as chamei de 'minhas', pois eram inexplicáveis. Por muitas vezes eu implorava para que elas dessem um tempo. As dores começam na região do abdômen, mas, não me pergunta aonde ela começava ou terminava, pois não sei explicar. De repente, ela se espalhava por todo o abdômen e para as pernas. Pronto! A minha barriga inchava, parecia que estava grávida e não conseguia mais andar. Eu tinha que deitar e colocar as minhas pernas para o alto. Sempre atencioso, meu namorado ficava desesperado perguntando o que poderia fazer e, como eu não conseguia respondê-lo, por algum tempo ele passava suas mãos carinhosamente em minha barriga. A barriga, por sinal, ficava muita, mas muita inchada e, imediatamente, eu tinha que desabotoar a calça. E, como as dores, já eram constantes em minha vida, não importava onde eu estava, na rua, no ônibus, no trabalho, eu abria mesmo a calça ou a bermuda. O meu rosto ficava pálido, esquisito e aonde quer que eu estivesse dava na cara que algo não ia bem. Parecia uma morta-viva. Li em alguns sites, que é normal algumas pessoas, principalmente, nossa família, achar que a dor é inventada. E isso também aconteceu comigo. Mas, como digo só quem está com endometriose sabe a dor que é. Até hoje não consigo explicar.

Em dezembro de 2009, fiz o ultrassom transvaginal e, pela primeira vez, apareceu concretamente o órgão e, como estava a endometriose: profunda no útero. O tratamento com anticoncepcional é a primeira etapa do tratamento, mas não melhorou em nada a minha dor. Na verdade, o que os médicos tentam em primeiro lugar é dar mais qualidade de vida para nós, e isso, significa tirar a tal dor. Cada mulher reage de um jeito e, como a doença ainda é considerada como 'nova' e enigmática, estamos sempre em teste, para saber qual tratamento se adequa ao nosso corpo. Aí, eu falo é preciso ter muita paciência. No meu caso, como o gestinol (anticoncepcional) não resolveu em nada, em março de 2010, iniciei a segunda etapa do tratamento: a menopausa induzida por remédios. Era preciso barrar a minha produção de hormônios. Acho que é isso que o dr. Bruno não sabe, que o simples fato de produzir hormônios pode causar a dor. A dor vem independente da menstruação. Como faço tratamento na UNIFESP, já tinha o cartão do SUS e do Hospital São Paulo, fui ao Posto de Saúde encomendar o Zoladex 10.8. Esta foi a minha sorte. Porque cada dose do remédio é quase 2 mil reais. Uma fortuna, que infelizmente está fora da minha realidade de jornalista, e com certeza, da maioria das mulheres que sofre com a doença. Encomendar?? Sim, como o remédio é de alto custo seriam necessários 30 dias para ele chegar.

Pronto, encomenda feita era só esperar. Como a data coincidia com a do Carnaval, esperei mais alguns dias e lá fui eu ao Posto de Saúde, na Vila Mariana. Cheguei por volta das 11h e gente, não preciso dizer que a fila estava quilométrica. Saí de lá quase 17h e por todo o tempo permaneci em pé. Não sentei nem por um minuto. Tinha pouco mais de duzentas pessoas na minha frente. Que loucura é aquilo ali. Mil coisas passaram pela minha cabeça. Naquele dia conheci algumas pessoas e muitas histórias de vida. Para quem vai todo mês, o que é a realidade da maioria daquelas pessoas, é um desespero total. Ainda bem que a minha dose, por ser a mais forte, a 10.8, vale por três meses. Como o remédio tem que ficar na geladeira levei uma caixa de isopor, que peguei no ambulatório da UNIFESP. No dia seguinte, liguei lá e agendei com a enfermeira o dia que iria tomar o Zoladex: 3 de março. Marquei neste dia, na quarta-feira, pois queria muito conversar com dr. Eduardo Schor. E é somente este dia da semana, que tem atendimento no ambulatório, tanto dos médicos, quanto das fisioterapeutas. Em minha cabeça, eu estava certa que esta seria a única dose a tomar. Caso não desse certo, eu queria a operação. Mas, em janeiro, dr. Carlos Sigolo, meu ginecologista, já havia me alertado que seria necessário pelo menos duas doses, ou seja, 6 meses.

Sempre atencioso dr. Schor me ouviu prontamente. Desabafei: “Dr. como será este tratamento. Eu sei que a endometriose é uma doença nova, que precisa ser testada e que cada organismo reage de um jeito. Mas não posso parar a minha vida por conta dela. Estava prestes a conseguir o trabalho que sempre desejei. Pela primeira vez, fui indicada por um grande amigo numa emissora de TV, que é o trabalho dos meus sonhos. Aliás, isso é tudo o que mais quero na vida. Esperei sete anos por esta oportunidade. Aí falei da endometriose e acabei perdendo a vaga. E, provavelmente, quando fui demitida do meu último trabalho, em dezembro de 2009, a doença também teve uma parcela de culpa. Estou completamente sem grana, desesperada e não posso ficar sem trabalho”, falei, aos prantos. Ele olhou nos meus olhos e disse: “Caroline, entendo tudo o que me disse. Mas temos que ter FÉ. Você tem FÉ?", perguntou. “Claro que tenho e muita dr.”, respondi. "Vou acompanhar o seu caso. E, em breve, conversaremos novamente", disse dr. Schor. Depois, a enfermeira Ângela me aplicou o Zoladex. Gente, a agulha é muito grossa e, a seringa, beeem grande. Não é aquela injeção que estamos acostumados a tomar em farmácias e hospitais, sabe. Passados quase dois meses ainda têm a marca da agulha bem nítida em minha barriga. Ela é aplicada próximo ao umbigo. Nesse tempo, confesso que as dores diminuíram em sua intensidade. E, graças ao Zoladex, ainda não acordei nenhuma noite berrando de dor. Mas, elas ainda existem, quase todos os dias, e dói, ainda dói muito.

Mas mesmo moreeeendo de dor, nunca faltei ao trabalho. Até mesmo quando era freelancer e tinha que ir à redação, eu ia rastejando, mas ia. Eu sempre fui extremamente responsável com o meu trabalho e sempre lutei muito contra essa terrível dor. Agora, com a menopausa, o mais engraçado é que quando realizo algum exame ou comento com alguém que estou na menopausa, ninguém acredita. “Como assim 31 anos”. Aí tenho que contar toda a minha história. Olha, e não demorou muito para eu sentir os efeitos da tão falada menopausa, e digo viu, que calorãããããõ. Uma loucura! Parece que estou com uma bola de fogo em minha cabeça e as minhas bochechas estão sempre rosadas. E a cabeça também dói, viu. Dói muito! Ufa, falei demais! Por hoje é só! Beijos com carinho!!

76 comentários:

  1. Estou acompanhando cada passo do seu blog viu?? rsrs....
    Em nome da equipe do Ambulatório de Algia Pélvica e Endometriose da UNIFESP, quero agradecer pelo carinho e confiança que você tem por nós.
    Estamos à disposição para ajudar você e todas as mulheres!!!

    bjoss

    ResponderExcluir
  2. Oiii Carol!!!! Tudo bem ??
    Aqui é a Carol , fisio da unifesp !! Você foi a pcte mais fiél que eu tive lá no ambulatório , nunca faltava !!! Sempre na luta querendo acabar com aquelas dores...lembro da primeira vez que fiz a massagem em vc e como sentia dor...
    Que bom que você continua indo na fisio e que está melhorando !!!!
    Se todos fossem como vc , que quer passar info. para tdas nós , seria ótimo !!! Pode contar comigo , vou ajudar a divulgar sim !!!
    Bjosss
    Carol

    ResponderExcluir
  3. Oi Carol, claro que me lembro de você! Jamais esquecerei vocês! rsrs Obrigada pelo carinho e ajuda. Bom, sobre as dores eu ainda continuo sentindo, mas um pouco mais fraca. E agora o meu namorado tb é o meu fisioterapeuta... rsrs Olha que chique! Espero que curta o blog. Beijos!!

    ResponderExcluir
  4. Tenho endometriose e custou muito para ser descoberta, mas a única solução para o alivio da dor foi mesmo a cirurgia, a VideoLaporoscopia que realizei à dois anos atrás e agora que estou sofrendo novamente com as dores, e desde a cirurgia tomo Gestinol, também fui forçada a entrar na Menopausa...
    Nossa amei seu Blog, quando apareci falando para minha família que tinha endo ninguém sabia o que era e tds achavam que mentia minhas dores, até hj algumas pessoas pensam, fazer o que né, nem me importo mais pois sei bem a dor que sinto. Tbm perdi um emprego, meu marido sempre me apoiou e ajudou em td, sofreu minhas dores ao meu lado sempre.
    Ahhh apesar da doença consegui ter uma linda menininha que hj esta com 05 anos...
    Um beijão a tds vcs e boa sorte...

    ResponderExcluir
  5. por favor me ajudem tenho edemetriose e como faço para me tratar com essas pessoas e em este ambulatorio por favor me ajudem sofro muito com isso meu email e biamartins_2007@hotmail.com me ajudem por favor.

    ResponderExcluir
  6. Olá meu nome é Cristina Dias e tenho endometriose a 8 anos e gostaria de lhes dizer: sei bem e entendo cada relato lido neste blog, somente nós entendemos as nossas dores que sao unicas, intensas e duradouras. Fazem 7 anos que nao menstruo mais, estou em "menopausa" forçada, para não sentir mais as dores insuportaveis, acredito que esse seja o unico e melhor tratamento para a endo. Hoje penso muito no fato de nao poder engravidar, ainda não conheço pessoalmente alguma mulher que tenha engravidado sem tratamento pessado, tudo é juito caro, durante muito tempo tive que aplicar uma medicação importada pois já estava com hemorragia em quase todos meus orgaos e essa medicação era muito cara, custava cerca de R$ 1.500,00 e precisava aplica-la de tres em tres meses e já imaginem, com isso minha situação financeira ficou precaria e não consegui a medicação com o governo. Tive que fazer 8 videolaparoscopias, pois a hemorragia era muito forte e os medicos nao sabiam explicar o porque isso ocorria comigo. Queria apenas deixar meu relato nesse blog tao importante que relata situações reais vividas diariamente.
    Atenciosamente
    Cristina Dias

    ResponderExcluir
  7. Nossa achei muito interessante seu blog, pois tenho esta doença q e tão pouca conhecida, q nos faz sofrer tanto.. Um ótimo dia bjs!

    ResponderExcluir
  8. Carol, estou adorando ler seu blog, entrei ontem quando ouvi na novela Insensato Coração,e logo me tornei uma seguidora. Tenho endometriose desde a minha primeira menstruação, onde sem explicações fui parar no hospital com tantas dores aos 11 anos e hoje aos 30 anos continuo com a endo me atormentando. Interrompi a menstruação por muito tempo com anticoncepcional, fiz uma videolaparoscopia em nov/2010 e hoje estou tratando com Zoladex. Estou casada há 1 ano e tenho esperanças de ter um filho. Seu blog relata exatamente vários momentos ruins que passo por conta desta doença, Parabéns!!!

    8 de março de 2011 13:22

    ResponderExcluir
  9. Oie Glaucia, vc não precisa agradecer. Foi uma surpresa quando eu ouvi o nome do blog na novela. Tenha FÉ, que, com certeza, em breve, você terá o seu filho em seus braços. Se precisar de ajuda, é só enviar e-mail, tá. Seja bem vinda ao A Endometriose e Eu. Agradeço muito o seu comentário. Conte comigo, você não está só nesta luta! O blog é nosso! Beijos com carinho!!

    ResponderExcluir
  10. Oi meu nome é Leila conheci seu blog atravez da novela Insensato Coração e fiquei curiosa para conhecer eu tb tenho endometriose e descobri bem no começo e faço tratamento com Gestinol e graças a Deus esta dando resultado e não sinto dor e não foi preciso fazer nenhuma cirurgia, parabéns pelo seu blog.

    ResponderExcluir
  11. Olá Caroline, tenho 25 anos e tbm tenho endometriose desde os 20 anos.
    Também ja fiz boa parte de tudo que vc fez (inclusive Zoladex 10.8) e tenho até hoje um calorão horrível.
    Dia 30 vou ao médico e iniciar meu tratamento p/ engravidar, pois não foco no útero e nem no ovário.
    Me deseje sorte, um abraço!!

    ResponderExcluir
  12. Desculpe pelo erro, o que eu quis dizer é quenão tenho foco da endometriose no útero, ovário e trompas.

    ResponderExcluir
  13. oi, Carol! meu nome é Soraya e descobri em 2008 a endo; fiz uma cirurgia aberta e agora em 2010 a danada voltou em um ovário! tomo gestinol e felizmente não sinto dores, mas tenho mto medo da evolução dela para o intestino pois tenho mta diarréia...
    gostaria mto de te parabenizar pela sua iniciativa e por poder trocar tantas informações e dúvidas que são mtas!!!
    um grande abraço

    ResponderExcluir
  14. olá Carol...eu sou a Paula Natalia,tenho 23 anos e descobri minha endometriose a 3 meses,tomo gestinol desde que minha medica começou a desconfiar,graças a Deus sinto mto pouco incomodo...Minha videolaparoscopia ta marcada pro dia 29 de março...espero que dê tudo certo,porque viver com essa doença é triste...Como é tudo muito novo pra mim,seu blog me ajudou muito a entender,muito obrigada...e me desejam sorte
    grande beijo

    ResponderExcluir
  15. oi caroline tenho 36 anos, comecei sentir dores aos 17 anos,mas só em 2000, depois de tentar engravidar fiz a video que constatou endometriose já avançada. ela dilatou minhas trompas. hoje faço tratamento no pérola bygton, e estou na fila do fiv. hà 3 anos. valeu pelo blog, bjs.

    ResponderExcluir
  16. Olá, Caroline! Meu nome é Luciane e descobri que tenho endo em 2005. Me identifiquei mt com sua história, pois até o diagnóstico sofri dores terríveis desde a adolescência, sempre ia pro hospital tomar injeções na veia. Já passei por uma cirurgia aberta e uma vídeo e minha endo é grau 4. Filhos? Nem pensar...tentei e não consegui. Hoje tenho 34 anos e tomo gestinol, até que me dou bem com ele, quase não mesntruo e na última não senti dores. Parabéns por esse trabalho!!! Sou mt forte e também tenho mt fé. Sei que ter essa doença não é acaso, Deus nunca me mandaria um peso que não pudesse suportar. Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Nossa, fiquei mt feliz em ver que vc é colunista do site de Muriaé. Moro em uma cidade pertinho de Muriaé, Porto Firme. Mt legal!

    ResponderExcluir
  18. Oie Lú seja muito bem vinda ao A Endometriose e Eu. Parabéns pelo marido e por sua princesa. Recebo muitos comentários perguntando sobre a infertilidade. Sempre digo que são sou especialista, conto a minha história, e deixo outras tantas contarem a sua, mas ter FÉ é tudo! Fica o recado para a sua xará, a Luciane. Seja bem vinda também!! O blog é nosso! Sei que cada caso é um caso, tudo dependo de onde é, grau, enfim, até vou ver isso com um espcialista e posto aqui, mas tudo é possível! Beijos com carinho!!

    ResponderExcluir
  19. Olá Ana e Natalia sejam bem vindas!! Boa sorte pras duas! Já estou na torcida, depois voltam para contaem às novidades!! Beijos com carinho!!

    ResponderExcluir
  20. Olá Soraya, Priscila e Leila sejam bem vindas! O blog é nosso!! Confiar em seu médico é tudo!Soraya não fique com medo, vá conversar com o seu. Leila pensamento positivo!! Beijos com carinho!!

    ResponderExcluir
  21. Olá Caroline! Nossa quando escutei sobre o blog na novela... fui aos céus e disse ao meu marido: -olha só, agora mais pessoas vão conhecer! É uma vida de muita dor e pouca explicações, até que o mistério seja desvendado por um médico competente. Eu já não sabia mais a que médico ir, até que resolvi um dia escolher um médico no hospital da Puc em Porto Alegre. Ufa! Snato Dr. Plínio, matou a charada e pediu logo a vídeo. Depois disso ainda fiz 2 cirurgias corretivas e mais uma vídeo. Eu já tinha um filho e não engravidava mais. Fazia tratamentos exporádicos pois a dor atrapalhava cada vez mais o meu dia-a-dia. Depois das cirurgias tomei um remédio que meu marido chamava de JÒIA em função do valor. Como isso já faz mais de 15 anos, não lembro o nome (acho que era Dimetrose). Mas o que mais me assustou é escutar que esta doença crônica NÃO CURA. E os sintomas não são intensos, mas vez por outra sinto uma forte dor na minha perna, ou nos rins... No período menstrual, socorro!!! Trato e acompanho esta doença desde uns 23 anos, hoje tenho 46 anos. Ou seja, metade da minha vida tenho esse fantasma que me acompanha. Estou bem, daqui a pouco próximo a menstruação me sinto nos velhos tempos... como se as pernas estivessem apodrecendo e prontas pra serem arrancadas (arrancar pra não doer) ou uma cólica infernal que me tira por completo a força de sentar, caminhar, cozinhar, trabalhar, falar...
    Concordo que realmente esta seja uma doença maldita e que com certeza devemos lutar. Mas o BLOG vai permitir a muitas mulheres entender que não são vilãs e nem exageradas. O blog e a troca de informações vai permitir a todas entender como é a doença, como pode ser tratada e as variações dos sintomas e tratamentos de uma pessoa para outra. Se há 23 anos eu tivesse tido mais informações, teria passado por tudo isso claro, mas teria conseguido provar para as pessoas que conviviam comigo que realmente essa doença era malvada e me tirava do prumo e do rumo.
    Tenho uma dúvida pois algumas pessoas falam em menopausa induzida. Nunca me foi sugerido migrar para uma menopausa induzida. Claro que lembro na época do tratamento ficar sem menstruar por uns 8 a 10 meses. Eu já fui tanto a médicos, que mato as vezes a consulta anual... vou deixando passar e fico 1 ano e meio sem ir. E quando vou sempre pergunto o mesmo: quando vais arrancar meu útero pra eu não sentir mais cólicas, heim? Na realidade ele só faz os mesmos exames, e depois das cirurgias a dor só complica mesmo é no período menstrual, uns 10 dias de dor. Isso para mim já é lucro!
    Mas parabéns pelo blog, pela idéia e por terem sido citadas na novela.
    Um forte abraço
    Rita Helena

    ResponderExcluir
  22. Olá Rita Helena, como vai??
    Seja bem vinda o blog, ele é nosso!! Eu não posso dizer algo, que não é a minha área. Eu apenas conto a minha história, e dou espaço para outras mulheres, contarem as suas. Vc precisa convesar muito com o seu médico. E, principalmente, confiar nele. No meu caso, induzir a menopausa, com o Zoladex, contribuiu para inativar a minha! Beijos com carinho!!

    ResponderExcluir
  23. Olá Caroline, assim como todas essas mulheres, eu também sofro deste mal chamado endometriose, depois de fazer tratamento com todos os possiveis anticoncepcionais, nada resolveu, as dores continuaram fortes, a ponto de passar o dia na emergência.....Oh sofrimento viu. Já fiz a video e o tratamento com Zoladex. Faz um ano isso, e até agora não menstruei, tenho medo que as dores voltem. Minha medica não é especialista no assunto, mas me ajuda muito, agora encontrei um especialista e estarei indo lá no dia 21/03/2011. Espero que tudo dê certo para todas nós.

    ResponderExcluir
  24. Olá Luz, seja bem vindo ao blog!
    Já deu tudo certo, vai com FÉ. Estou aqui torcendo muito!! Depois volta pra contar como foi! Beijos com carinho!!

    ResponderExcluir
  25. Nossa, lendo o seu blog até parece a minha história!!! legal saber do seu site e poder conhecer pessoas que passaram por situações como a minha...
    `Tenho 23 anos, a 3 anos vinha sofrendo com muita dor, mais como era no umbigo os médicos pensavam que era hérnia umbilical, até que depois de 2 anos com intensas dores no umbigo, surge uma roxidão, ao procurar médicos, uns me diziam que era uma hérnia encravada, outros desconfiaram que fosse o intestino e teve até mesmo médico que me falaram que era algo da “minha cabeça”, até chegar ao ponto que o meu umbigo estava quase que por completo roxo, como que se estivesse necrosado e um bendito médico vendo o meu sofrimento marca uma videolaparoscopia para tirar de uma vez por todas as duvidas... advinha!!! lá estava ela... a endometriose!!... Isso mesmo... Ela tinha se alojado nas células do meu umbigo e toda vez que eu menstruava o meu umbigo “menstruava” junto.. uma coisa assim.. rsrsrs.. Depois da cirurgia, com um umbigo reconstruído, era só começar o tratamento... Para a minha infelicidade o ginecologista escolhido, a principio nada sabia sobre o Zoladex 10.8. receitando-me para tomar todos os meses por 6 meses... Um absurdo, já que uma dose vale por 3 meses... graças aos médicos do SUS que bateram o pé com o médico dizendo que não iria fornecer e me orientaram a buscar um outro profissional é que não tenho osteoporose.. rsrsrs.. Procurei outro profissional que me aplicou a injeção e constatou que somente uma dose era necessária... Resumindo de outubro de 2010 até agora passei pela menopausa (era engraçado qdo vinha o calorão e dizia: aumenta o ar que estou na menopausa.. todos riam pensando que era brincadeira, afinal tenho 23 anos e como vc tinha que explicar... rsrs..) e há duas semanas tomo anticoncepcional sem parar, só para prevenir... assim quando quiser engravidar faço a pausa... assim previne o maximo uma nova ocorrencia...
    Força... que o Senhor te abençoe... bjus ..

    ResponderExcluir
  26. Olá Jecika!
    Menina, que sufoco você passou. Eu imagino a dor que você sentia. Ainda bem que o pesadelo acabou. Você é muito guerreira, viu. Força e FÉ para continuarmos nessa luta. Beijos com carinho!!

    ResponderExcluir
  27. Olá Carol tudo bem?
    Meu nome é Kátia,tenho 28 anos em 2005 fiz uma video pois minha endometriose estava no grau 4,depois disso fiz uso de zoladex por 9 meses horriveis pois a agulha é enorme,bom desde fevereiro uso o gestinol 28 só que não esta me fazendo bem então consultei um gineco e ele trocou para o cerazette,gostaria de uma opinião sua sobre esse remedio porque o gestinol nós sabemos que é proprio para a doença o cerazette eu não conheço muito.
    Quero lhe parabenizar pelo site pois só nós sabemos o estrago que essa doença faz,eu não tenho filho e espero um dia poder ter.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  28. K tudo bem?
    Olha eu tb estou nessa batalha com a endometriose meu tratamento foi o contrário do seu,pelo que meus médicos me informaram isso varia de mulher pra mulher viu querida,eu iniciei com cerazette e nada fez pra mim pois continuei menstruando e com muitas dores ai qdo mudei de medicos eles me indicaram o Gestinol 28 esse estou tomando a 3 meses e não tive mais dores,eu ia marcar a video mais o médico me disse pra continuar tentando e evitando a video e o Zoladex...enfim minha endometriose a tudo indica que é intestinal então apesar das dores tb tenhoi intestino solto e colicas intestinais,mais graças a Deus a Carol e o Gestinol estou a 3 meses sem dores ....Um dos médicos me disse que posso tentar tb um implante hormonal...vou pensar por enquento estou no Gestinol.
    bjus querida espero ter te ajudado

    ResponderExcluir
  29. Oi Silene tudo bem?
    Ajudou sim,bom a minha endo é nos ovarios,a ultima eco que fiz não apareceu nada graças ao tratamento do zoladex,quanto ao Gestinol ele é só uma desconfinça de alergia mesmo.

    bjus

    ResponderExcluir
  30. Olá k como vai? Seja muito bem vinda ao blog!!
    Olha, eu nunca tomei o cerazette, por isso, não posso dizer nada sobre este remédio. Eu já tomei o Gestinol 28, que, aliás, foi o início do meu tratamento contra a endo. Infelizmente, o Gestinol não aiviou as minhs dores. Muito pelo contrário, durante quase um ano tomando Gestinol, as dores só aumentaram. Depois pparti para o Zoladex 10.8. Como cada organismo reage de um jeito, o meu não se deu muito bem com ele. Hoje, eu tomo o Level. Silene, querida, obrigada por sua ajuda, esclarecendo as dúvidas da K. Beijos com carinho!!

    ResponderExcluir
  31. Bom eu fiz nove aplicações de xoladex uma por mes e eu tenho uma duvida,durante o tratamento eu não fui informada se era pra continuar tomando o anti concepcional junto com zoladex para não menstruar, então tomava e óbvio não ficava mesntruada,depois que acabou o tratamento continuei tomando direto pra falar a verdade faz mais de sete anos que não menstruo e as dores são muito fracas e de vez enquando aparecem.
    Será que um dia poderei ter filho mesmo tendo endo grau 4 e por ter ficado muito tempo sem menstruar?
    Na verdade não tive muita informação,por que quando eu descobri ja fiz uma video e ja passei direto pro zoladex nem o anticoncepcional eles me informaram o certo que tinha que tomar tanto que eu tomava o neovlar que não ajuda em nada na doença.
    Obrigada pelo carinho de vcs e desculpa por tantas perguntas rsrsrs.
    bjusss

    ResponderExcluir
  32. ops correção la em cima ZOLADEX

    ResponderExcluir
  33. Olá K como vai?
    Estamos aqui para ajudá-la, mas nossa opinião é de portadoras e, não, como especialistas, tá. Quando tomamos o Zoladex induzimos a menopusa, ou seja, paramos de produzir hormônios. Daí, a meu ver, não precisa tomar anticoncepcionais. Aliás, não faz sentido, mas é melhor você ver com o seu médico. No Zoldez, o que eu tomei foi o Tibolona, que reduz os terríveis efeitos da menopausa, como calorão, dores de cabeça... Um comprimido por dia, como o anticoncepcional. Beijos com carinho!

    ResponderExcluir
  34. oi...operei endo em 2009...descobri em julho e operei em dezembro...o mais louco é q nao tinha sintoma algum, ate q uma medica falou q tinha iris de quem tem problema no aparelho reprodutor...em 6 meses a bicha aumentou, criou aderencias, me levou um ovario e uma trompa...sei bem qdo vc fala da dor...nem tomava buscopam..era alivium de 600 e deocil...acho que em tres dias tomava uma caixa de cada...enfim..operei em dezembro, fiz 6 meses de ladogal..fui pro gestianol 28, nao deu..cerzete, nao deu...resolvi tentar engravidar...parei no hospital com muitas dores, a endometriose voltou...igual ou pior do que antes da cirurgia...é uma doença muito louca porque ninguem explica o porque...alguem poderia falar "ah, num domingo de verao voce comeu abacaxi com limao, pronto, deu endometriose!"..mas nao!...um saco q muda nossos planos, nossos sonhos, temos q tomar uma porrada de remedio..hormonio, remedio pra dor de cabeça, fazer drenagem pq retem liquido com hormonio...um saco pq depois de operar, pensar em operar de novo...qtas vezes serao necessarias...mas o pior pra mim é me roubar a chance de gerar quantos filhos eu quiser...é podre pq a gente pensa q a velhice trara limitações...e de verdade, temos q achar bom, porqe pdoeria ser pior..pelo menos é endometriose, graças a deus nao é cancer!! boa sorte...vc vai realizar seu sonho...mas nao espere q a tv te ache...use esse canal do seu blog, faça reportagens! entreviste medicos, fale sobre tratemtnos, medicacçoes, tipos de cirrgia, infertilidade, mulheres q engravidaram depois de tudo, e acho q o mais importante...transmita sempre otimismo e seja acolhedora...beijo grnade..Fernanda

    ResponderExcluir
  35. K vi q vc falov sobre cerazette...so me ferrou depois cirrgia pq nao adiantou e varias conhecidas com endo tb nao tiveram sucesso,,,,tenho escutado bons resultado com myrena (diu)...estou acabdno novo ciclo com ladogal e em agosto coloco o myrena..depois volto pra contar...uma amiga q era bem ferrada esta bem limpinha...parece q a longo prazo ele regride a endo...ela ja esta usando ha 10 anos...e na ultimo exame de imagem a medica falou q ela era de livro, de tao perfeito q estava o utero e afins...uma esperança..fernanda

    ResponderExcluir
  36. tbm tenho endo.comesei a tomar remédio hoje as 10.00hs estou com muito medo de ñ poder engravidar,se vc conhece o remédio gestinou 28 me fale ele é muito forte a pessoa passa muito mal..bjs

    ResponderExcluir
  37. eu nao passei mal, nao...mas nao adiantou muito pra mim...se vc quer ter filho, antes de cirurgia, procure uma clinica de fertilização e veja as suas possibilidades de guardar ovulos....o remedio que mais me deu resultado ate agora foi Ladogal..beijao

    ResponderExcluir
  38. hoje me simto muito triste,porque estou com este endometriose e agora estou com muito medo de numca poder engravidar-ñ quero nem mais fazer sexo,coloquei na minha cabeça que já que estou com esta doença ñ poderei engravidar mesmo por enquanto''estou escrevendo isto para eu me desabafar um pouco''

    Me ajudem ñ sei o que fazer mais''bjs

    ResponderExcluir
  39. varias mulheres engravidam com endo...minha cunhada operou e acabou de ter gemeos...o importante é procurar um especialista em reprodução o qto antes....e, meu bem, nao poder ter filhos é pessimo! concordo! mas abrir mao de ser bem comida, não faça isso! rsrs boa sorte...beijog rande

    ResponderExcluir
  40. obrigada foi bom ler isto''estou me cuidando,já estou tomando um remédio e ai em janeiro voltarei ao médico de novo..e se Deus permitir tudo há de dar certo.bjs.

    ResponderExcluir
  41. so nao deixe de procurar um medico especialista em reprodução assistida...nao espere ate janeiro para fazer isso...garanta tuas celulas reprodutoras...conversei com especialista e ele falou "tendo utero e ovario sempre é possivel"...se a endo engolir o ovario, tuas celulas reprodutoras estarao garantidas...ja tenho um filho, mas quero muito ter outro...vamos na nossa luta...temos q pensar q existem mil historias de sucesso de gravidez com endo..vai dar certo

    ResponderExcluir
  42. Olá! Parabéns por sua iniciativa. Tenho 58 anos e tenho endometriose desde...,sei lá. Tive dois filhos, com espaço de 14 anos de uma gravidez para a outra. Aos 46 fui esterectomizada, por Dr. Aloysio Graça Aranha (RJ), que, por não concordar com a reposição hormonal para o meu caso (minha mãe teve câncer de mama), deixou o ovário e a tuba do lado direito e que estavam intactos. De dois anos para cá, comecei a sentir dor pélvica leve. Em outubro de 2010, passei a sentir dores mais violentas, sendo que apareceu dor espontânea na vagina e reto. Moro em Porto Seguro, Bahia e ainda não consegui 'provar' que tenho endometriose. Já fiz vários exames não conclusivos, mas a dor está aqui: uns dias mais violenta, outros, mais suave, porém presente. O que desejo salientar é que tudo isso ressurgiu na menopausa...e pior que antes!
    Se algum médico puder ajudar-me, aceito.

    ResponderExcluir
  43. boa noite!
    gostaria de saber se alguma mulher aqui tomou o zoladex 10,8 e nunca mais voltou ao normal.....tomei uma dose em fevereiro de 10,8 somente esta e ate agora nada...meu estradiol esta 10,0 estou arrasda.....minha pele super ressecada.....nao quero acreditar nisso.....meu medico nem da atencao...eu estou fazendo exames por iniciativa propria....coloquei o diu de mirena entao nao menstruo tb...assim resolvi fazer exames para acompanhar..o pior qu eo imbecil do medico me garantiu q tudo voltava logo apos os 3 meses ao normal........continuei sentindo calor.....dor no corpo.....mta fadiga.....unhas super fracas.....ele me fala q nao eh nada......estou triste..................cassia

    ResponderExcluir
  44. Olá Fernanda como vai??
    Realmente, a endometriose é uma doença doida e ainda considerada enigmática para a medicina. O que acho mais absurdo é existir médicos que ainda não conhecem e aceitam que a doença exista. É por isso que existe o blog: para informar, contar histórias de leitoras. Eu não sabia esse lance da íris. Olha só como a doença realmente é muito louca? Vou me informar melhor. Eu sei que a doença passa pela corrente sanguínea e, por isso, ela mexe com todo o nosso corpo. Vc viu o post que fiz sobre as fezes? Mas a íris é novidade. Vou estudar o assunto. Eu já fiz reportagens com médicos, aliás, até uma fisioterapeuta da UNIFESP escrevia o meu tratamento aqui. Mas é muita correria para estes especialistas. O Dr. Schor, que coordena o ambulatório de endo e algia pélvica da UNIFESP, foi convidado e queria muito escrever aqui, mas ele corre muito em congressos, UNIFESP, seu consultório particular. Chamei tb o Dr. Hélio, o meu médico, que mostrou interesse, mas a vida dele é uma loucura. Além do hospital, UNIFESP, e seu consultório particular, ele tem os congressos pelo Brasil e pelo mundo, assim como o Dr. Schor. Mas anotei a sua dica e vou correr mais atrás disso. Espero que vc esteja bem! Beijos com carinho!!

    ResponderExcluir
  45. Olá Anônima como vai?
    O meu tratamento com o Gestinol 28 foi supertranquilo. Aliás, o meu organismo sempre reagiu muito bem com qualquer anticoncepcional. Isso vai de acordo com o organismo de cada paciente. O único remédio que foi horrível e que tive muitos efeitos colaterais foi o Zoladex 10,6. Também pudera induzi a menopausa aos 31 anos. O meu corpo não estava preparado ainda para a menopausa. Agora, quanto aos outros, foram todos tranquilos. Espero que seja assim com vc também. Beijos com carinho!!

    ResponderExcluir
  46. Olá Anônima como vai?
    Eu imagino como vc esteja! Mas não pode de jeito nenhum deixar o desânimo abalar a sua FÉ. Temos que ser fortes para superar tudo isso. Realmente, não temos vontade de fazer sexo. É aquilo que escrevi em vérioa posts do tipo qu eu parecia uma assexuada. Para voltar a ter parzer, eu tive que fazer reposição com testosterona, o hormônio masculino, ou seja, o hormônio do sexo. É que o Zoladex tira todo esse hormônio de nosso organismo. Isso é contatada com exames laboratoriais dos hormôanios sexuais. Peça esse exame ao seu médico. Vc sente dores durante a relação sexual? Se sim, vc pode ter a dispareunia. E só a fisioterapia resolve esse problema. Não deixe a tristeza abalar a sua FÉ. Vamos juntar e unidas conscientizar ainda mais pessoas propagando informações sobre a endo. Ânimo e força para lutar. Nós somos mulheres guerreiras, as mais aguerridas que existe no mundo. Conte sempre comigo!! Beijos com carinho!!

    ResponderExcluir
  47. Minha querida Anônima!
    É só ter FÉ que o seu bebê virá. O importante é não perdê-la e ter o apoio do seu parceiro. Vc não pode abrir mão do prazer sexual. Se vc tiver dores durante as relações, vá à busca do tratamento: a fisio uroginecológica. Em São Paulo, indico o ambulatório de algia pélvica da UNIFESP, onde o tratamento é gratuito. Para a outra anônima que respondeu ao comentário, o meu muito obrigado! O blog é aberto mesmo para a interação entre os leitores. Senão, não seria o blog né. Mas é a própria doença que nos tira o prazer de 'ser bem comida', conforme vc disse. A doença é tão forte, que tira toda a nossa vontade sexual. Eu sei muito bem do que a leitora fala. Porque isso aconteceu comigo. E, muito antes, de eu saber que estava doente. Talvez, ela precise de reposição de testosterona. Converse com o seu médico e nunca perca a sua FÉ. Vá atrás disso e volta aqui pra contar. Eu quero contar muitas histórias de gravidezes de sucesso. Beijos com carinho!!

    ResponderExcluir
  48. Queridas Anônimas!!
    É só ter FÉ que tudo dará certo. O blog mesmo já contou a história de sucesso da leitora Cristiane Palácio. Com FÉ e com médicos especializados em reprodução assistida, ela conseguiu realizar o sonho de ser mãe. E hoje tem um menino lindo!! O acompanhamento de um especialista em endo e em infertilidade é muito importante. Eu torço para que todas vocês realizem o sonho da maternidade. Eu não tenho filhos, e a minha endo que quase me matou, não me trouxe a infertilidade. Considero-me uma sortuda, mas sinceramente, não sei se tenho o dom da maternidade. Assim como seguir uma profissão, ser mãe também é ter um dom para exercê-la. Beijos com carinho!!

    ResponderExcluir
  49. Olá Anônima, que mora em Porto Seguro, como vai?
    Eu não sou médica, mas desde que vi como portadora de endo, leio e estudo muito sobre o assunto. Eu acho que as suas dores se devem pelo fato de vc ainda ter um ovário e uma tuba. O certo, mas que não tão certo assim seria o médico ter retirado todos os seus órgãos reprodutores. Ele retirou um ovário, o útero e uma trompa, mas deixou o outro ovário, que é o aparelho que solta os hormônios. Então, a retirada para aliviar não adiantou. É a mesma coisa de não ter tido cirurgia. Na verdade, nem mesmo a retirada dos dois, ovário, do útero e das duas trompas não é seguro de que a endo vá embora. Infelizmente, a doença ainda é enigmática para a medicina e retirar todos os órgãos reprodutivos não é garantia de que a endo vá embora. Sabe-se que ela é genética e que passa pela corrente sanguínea. De resto, não se sabe mais nada. A endometriose é a doença ginecológica mais estudada dos últimos 10, 20 anos. Vamos torcer para que algum cientista encontre logo a cura. Infelizmente, eu não conheço médicos na Bahia só em São Paulo, mas se souber mantenho-a informada. Se aqui, muitos ginecos ainda não reconhecem a endo, imagine na Bahia, onde deve ter poucos especialistas de verdade. Beijos com carinho!!

    ResponderExcluir
  50. Olá, Cássia como vai?
    Não desanime não, minha querida. Depois do Zoladex 10,8, a minha vida nunca mais foi a mesma. Ants, eu era superfriorenta Agora, parece que vivo numa eterna menopausa. O sintoma mais forte que sinto hoje, um ano e seis meses depois de tomar uma única dose, é o calorão bravo. Eu quase não sinto frio. Eu tive que fazer reposição de testosterona após esse remédio, que tirou todo esse hormônio do meu corpo e, por isso, eu não tinha vontade de transar. Fora, dois meses tomando uma cápsula de metiltestosterona, remédio manipulado, ao dia. Eu aconselho que vc procure outro médico, que lhe dê atenção. A atenção dos especialistas é essencial em nosso tratamento. Quero saber como está agora? Ainda bem que está indo por conta própria fazer os exames. Faça o de reposição hormonal para ver como está o seu testosterona. Beijos com carinho!!

    ResponderExcluir
  51. Cristina Agostinho14 de outubro de 2011 00:28

    Ola..muito bacana o seu blog.
    Descobri ha poucos meses que tenho endometriose.Então o médico me passou gestinol 28, pediu que eu tomasse por 6 meses, no primeiro mês sangrou e então procurei uma outra médica que me receitou o cezarette, o que piorou ainda mais, então voltei para o gestinol e estou com sangramento há uns 5 meses direto.Amanhã vou ao ginecologista para ver o que pode ser feito.

    ResponderExcluir
  52. Olá, Cristina como vai?
    Fico muito feliz que gostou do blog!Seja muito bem-vinda! Que chato este sangramento. O que será que está acontecendo? Volta aqui pra contar o que deu, tá. Porque muitas de minhas leitoras têm sangramentos também. Eu nunca tive, graças a Deus. Beijos com carinho!!

    ResponderExcluir
  53. CAROL
    COMO SE SENTE TENDO ISTO?
    VI QUE 15% DE QUEM TEM ISTO TEM CÂNCER DEPOIS.
    ODEIO MATERNIDADE, ODEI AMESTRUAÇÃO, ODEIO DOR!

    ResponderExcluir
  54. Olá, Anônimo como vai?
    Como eu me sinto por ser portadora? Quando recebi o diagnóstico não sabia o quão cruel era a doença. Aprendi a real faceta da endo quando uma grande amiga me encaminhou à UNIFESP. Antes, eu pensei que era uma doença normal e com o tratamento iria melhorar logo. Mero engano. A doença mexe muito com o nosso emocional. Então, como todas tenho altos e baixos. Hoje, estou num momento muito triste da minha vida, pois perdi o eu chão, o eu alicerce, a pessoa que mais me apoiava e que entendia as minhas dores. Apesar de não menstruar mais, as minhas dores são constantes e quase diárias. É que elas são beeeeem mais fracas do que antes da cirurgia. Eu nunca tive o sonho de ter filhos, talvez, seria mais fácil para mim se, ao invés da dispareunia (a dor durante a relação), eu tivesse tido como consequência a infertilidade. Eu sou muito a favor da adoção, pois para mim os pais são quem cria e não quem faz. A minha consequência me fez perder o meu amor. Agora, eu tenho certeza que nenhum relacionamento sobrevive sem sexo. Antes, eu pensava que isso fosse possível. Estou num momento triste. E hoje ao receber a notícia de que o blog está na segunda fase do Prêmio Top Blog Brasil 2011, me deixou mais animada. Sobre o câncer é mito. A endo é uma doença benigna, onde a portadora ãao vai morrer por ter, mas é de comportamento maligno, ou seja, ela vai comendo os órgãos, assim como o câncer faz. Eu tenho comigo que a endo é um câncer, o qual não vamos morrer. Conheço uma portadora que vive como a minha tia, que era terminal de câncer. Ou seja, você sofre, mas não morre. O grande medo de um diagnóstico de câncer é justamente a morte. Mas isso já é coisa do passado. Ontem, ao passar por uma banca de revista, li numa capa de revista: câncer a caminho da cura. Em breve todos os cânceres terão cura. E a endo? Que ainda que além de comportamento maligno, é uma doença progressiva e ainda crônica. Olha não se preocupe já basta a endo. Não teremos câncer. Seja muito bem-vinda ao blog!! Beijos com carinho!!!

    ResponderExcluir
  55. Oi Carol

    É a primeira vez que posto aqui. Li todos os relatos. Realmente a endometriose não mexe só com o físico, e sim com a alma. Foi um choque descobri q tenho endometriose profunda, no intestino e ovários e descobri a poucos meses. Sempre sentia dor, mas elas fora se intensificando, e apesar de se intensificarem, evitava e evito constantemente tomar rémédios (só qd não tem jeito) Todos os anticoncepcionais que tomei me causaram dores de cabeça e alguns sintomas da menopausa (tenho 45 anos)por enquanto pelo quadro clínico os médicos estão evitando fazer uma cirurgia (pois geralmente as aderências voltam)e coloquei o Diu (Mirena), Ainda na fase de adaptação (1 mês) sinto dores,q as vezes chego a achar q estou de apendicite! só tomo remédio qd não tem jeito! mas pelo menos diminui as dores de cabeça, inchaço, etc) a endometriose abala toda a nossa qualidade de vida e se não ficarmos fortes e atentas ela toma conta..O meu relaciomento também já estava começando a se abalar... por culpa dos dois, mas mais ainda pela minha falta de paciência e resignação. Como sou espírita, refletir e voltei ao ponto de equilibrio. Não posso deixar ela tomar conta de mim..me entregar.. Resolvi Usar a mente para curar meu corpo, ou se não curar, pelo menos não piorar. É o que venho fazendo..pensando positivo. Farei uma cirurgia espiritual e tenho fé que me ajudará e muito. Digo para você o que digo para mim todos os dias e todas as horas quando a dor vem: Nada neste mundo vale o meu desespero. Deus está no comando do meu barco. E ele estará na minha caminhada, aliviando minha dor. Sempre coloco a mão no local aonde a dor está e visualizo o local sendo tratado, curado, pela equipe médica espiritual. Farei isso sempre e sempre..mesmo q a dor continue.. Assim A dor diminui de proporção. Muita paz, muita luz para todas nós que sofremos desse mal (que não podemos olhar como mal, pois toda dor leva a reflexão e mudança de vida..é aprendizado). Olhemos assim e não deixemos de nos cuidar! não deixemos de nos ajudar! beijos meninas!
    Mônica/Ba

    ResponderExcluir
  56. Olá, Mônica como vai?
    Seja bem-vinda!! Tomara que seja o primeiro, de muitos posts seu. Eu concordo com você, sim. É claro que a mente é muito mais poderosa do que o corpo, que é uma casca. É a massa contra a casca! Mas, muitas vezes, elas fogem do nosso controle. Faço tratamento espiritual há muitos anos, mais de quatro! Aliás, foi lá que descobri que estava doente, que faria a cirurgia e tudo mais. Tudo isso, muito antes de saber que estava doente, e o que tinha. Inclusive, semanalmente, faço tratamento de cura. Mas, infelizmente, não são todas as semanas que saio sem dor. São coisas que não dá para explicar.... faço também exercícios de respiração para relaxamento, ue aprendi na fisio, pois os meus músculos latejam o tempo todo. Até mesmo dormindo. Talvez o mais perigoso da doença seja isso... cada mulher e cada corpo têm uma reação. Boa sorte em sua cirurgia! Depois volte aqui pra contar. Beijos com carinho!!

    ResponderExcluir
  57. Jecika,
    Entendo perfeitamente o seu relato. Ouvi de ginecologistas para procurar um cirurgião, pois isso era hérnia; os cirurgiões, no total 4, afirmaram que era hérnia encarcerada e queriam fazer a cirurgia; ginecologista que desdenhou quando eu suspeitei de endometriose umbilical e ela disse que isso era coisa muito rara, para eu esquecer que não era....
    Bem, tenho 31 anos e há quase 4 venho sofrendo com dores no umbigo que agravaram quando deixei de tomar o anticoncepcional para tentar engravidar.
    Até agora não foi confirmado o diagnóstico e tenho sentido dores no umbigo mesmo sem estar menstruada. O umbigo fica bem roxo e com nódulo, mas nunca sangrou.
    Tenho consulta marcada para o final do mês para ver se tenho algum encaminhamento e consigo minimizar as dores e, mais importante, conseguir engravidar.
    Depois conto a vocês o desenrolar da história...

    Parabéns à Caroline pela iniciativa de criar o blog, pois nos sentimos tão desamparadas e é muito bom encontrar pessoas com quem possamos compartilhar histórias semelhantes.
    beijos

    ResponderExcluir
  58. Sei bem o que é isso!!! Tomei uma injeção que durou 3 meses...Afff!!! ;-/

    ResponderExcluir
  59. oi carol sou eu a jeane do rio de janeiro pucha depois do que eu li no seu blog estou com medo de começar este tratamento com o zoladex será que depois deste tratamento eu vou conseguir engrávidar?porque eu já engravidei uma única vez e perdi, ha sei lá fiquei com medo ter os sintomas da menopausa tão nova que horrível,eu até chorei lendo o seu relato sobre a endo porque parece eu as suas palavras são minhas e é tudo isso mesmo sem pôr nem tirar

    ResponderExcluir
  60. Olá, Jeane!
    Realmente, não posso mentir que induzir a menopausa é algo muito horrível para nós, uma vez que o nosso corpo ainda não está preparado para recebê-la. Mas, faz parte do tratamento, e é preciso seguir o protocolo a risca. Não posso esclarecer algo médico, mas existem relatos no blog de mulheres que tomaram o Zoladex, e depois do tratamento engravidara, sim. Muitos sintomas são parecidos sim. Tenha FÉ, minha querida, que o seu tratamento com o Zoaldex dará certo, e logo depois, virá um lindo bebê. Peça sempre a Deus que a ajude e ilumine o seu caminho, ajudando-a no tratamento e com a chegada de seu bebê. Qualquer dúvida estou à disposição. Já estou torcendo por vc!! Beijos com carinho!!!

    ResponderExcluir
  61. Olá,Caroline.Fico feliz de poder compartilhar com outras mulheres o convívio com a Endometriose.Tenho Endometriose desde os 14 anos de idade,porém só descobrir com 30 anos quando buscava engravidar e não conseguia.
    Passei por duas videolaparoscia devido a Endometriose profunda que tinha atingido parede do intestino,ureter,Endometrioma nos dois ovários e adenomiose.Usei zoladex por dois anos após as cirurgias,sofri bastante com os sintomas de fogachos,mal estar,diminuição da libido e o maior sofrimento foi a esperança de engravidar e não conseguir.
    Depois de tanto tratamento e com 39 anos decidi passar pelo processo de fertilização in Vítro e fui abençoada com uma linda menina que hoje tem 06 anos. Entrei na menopausa aos 43 anos devido a atrofia dos ovários,mas ainda Tenho focos de Endometriose,a ultima ressonância magnética mostrou 01 Endometrioma e adenomiose e estou com dores freqüentes.
    Bem,acho que estou chegando ao fim da Endometriose,no próximo mês vou passar por uma cirurgia de. Histerectomia total (retirada do útero e dos ovários)!!
    Queridas leitoras,nunca desistam do sonho de ser mãe e sempre lutem pela melhoria da qualidade de vida,afinal nos merecemos!!abraço. Naira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Naira!
      Espero que esteja tudo bem com você.
      Os sintomas do zoladex não são nada agradáveis mesmo. Mas, graças a Deus, que você conseguiu engravidar. Parabéns pela filhinha! Que Deus as abençoe muito e que vocês seja muito felizes.
      Boa sorte na sua cirurgia! Depois volte aqui, por favor, para nos contar como você está.

      Beijos, com carinho
      Hosana Santana

      Excluir
  62. Pessoal tenho uma duvida...o Gestinol é bom para a endometriose? Eu sempre me dei bem com ele, mas minha medica quis mudar para o cerazette e este me deu dor de cabeça; ela disse q o gestinol nao eh bom para a endometriose, que devo tomar remedio a base de progesterona e o gestinol tem estrogenio.
    estou na duvida sobre isso;...se alguem souber, me avisem, beijos

    ResponderExcluir
  63. Oi anônima!
    Espero que esteja tudo bem com você.
    Também já ouvi isso de um médico, mas meu ginecologista atual respondeu uma pergunta referente a remédios que contém estrogeno na formula. Verifique a resposta dele no link que vou deixar, por favor.
    http://aendometrioseeeu.blogspot.com.br/2012/08/estreia-da-coluna-do-dr-helio-sato-com.html?showComment=1349055275276

    E se quiser contar sua história com a endometriose aqui no blog, escreva um e-mail para carolinesalazar7@gmail.com

    Fique bem.

    Beijos, com carinho
    Hosana Santana

    ResponderExcluir
  64. Ola. Tenho 16 anos e tenho endo profunda no utero intestino reto e delgado.. Descobri a endo no final de 2011 e de la ate hj sofro cm os exames e as dores... Ja li mt coisa do seu blog e achei bem legal vx informa nos mulheres sobre seu dia a dia. Estou escrevendo sobre a endo tbm e logo mais estareipostando em um blog tbm. Bjos e fica cm Deus. Vc e uma vencedora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi anônima!
      Tudo bem?
      Você já fez alguma cirurgia? Você descobriu a endo nova, pois a maioria das mulheres descobrem após os 25 anos ou mais. Se quiser contar sua história com a endometriose aqui no blog, escreva um e-mail para carolinesalazar7@gmail.com
      Seria legal alerta as adolescentes contando sua história, já que é difícil as adolescentes serem diagnosticadas com endometriose tão nova.
      Legal que esteja escrevendo sobre a endo também.

      Fique bem.

      Beijos, com carinho
      Hosana Santana

      Excluir
  65. ola, sou nova aqui e gostaria de fazer uma pergunta .è possivel depois de tomar o zolatex é possivel a menstruação voltar? meu medico disse que em 3 meses passava. Tenho o sonho de ser mãe já perdi um bebe este ano e não posso nem imaginar na possibilidade de entrar na menopausa devido este remédio.Minha idade não contribui muito tenho 39 anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi anônima!
      Tudo bem?
      Seja bem vinda ao blog!
      Sim, a supressão da menstruação é por 3 meses, mas tem organismo que fica um pouco mais, no meu caso por exemplo, foi necessário tomar uma medicação para voltar o ciclo menstrual, e após 2 meses de tentativa fiquei grávida. Tem mulheres que volta rápido, outras demora, vai depende do seu organismo. Caso após os 3 meses não volte seu ciclo, procure seu médico.

      Beijos, com carinho
      Hosana Santana

      Excluir
  66. Oi Caroline meu nome e Ana Paula, seu problema foi parecido com o meu a diferenca e que eu operei por video, como nao conseguiram tirar todos os focos da endo que eram muitos (abdomen, ovario, trompa,intestino, reto, utero...), deram como alternativa a Zoladex 10.8 durante 02 anos. Bom, acabei de fazer os exames, que a principio entrei na menopausa, meu ovario q sobrou (na cirurgia retiraram um e trompa), atrofiou. Eu gostaria de saber se realmente vc nao menstruou mais, se a Zoladex levou a menopausa definitivamente. Obrigada e bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Anônima, como vai?
      Eu tomei uma dose do Zoladex 10.8 para ver se a dor melhorasse para que eu não operasse, mas não adiantou. Como eu tinha muitas aderências, as dores ficaram ainda piores. Tomei em março de 2010 e em julho fiz a cirurgia. Só fiquei na menopausa neste período de tratamento e eu tinha 31 anos. Durante o tratamento eu não menstruei, mas após a cirurgia sim. E logo depois comecei tratamento com anticoncepcional contínuo e eu nunca menstruei com AC. Confesso que até hoje, três anos depois, ainda sinto muito calor, mas só. Mesmo no inverno eu quase não uso blusa de frio. Sinto-me um ET, mas fazer o quê? Mas meu médico me indicou outro hormônio para tomar junto que aliviou e muito os sintomas da menopausa, como calor excessivo, dor de cabeça (eu tive muita no primeiro mês que não usei este hormônio). Porém, cada organismo reage de um jeito. Hoje meu tratamento é o DIU de plástico, o Mirena. Beijo carinhoso!! Caroline Salazar

      Excluir
    2. No blog tem mais informações sobre este tratamento: http://aendometrioseeeu.blogspot.com.br/2012/10/com-palavra-o-especialista-doutor-helio.html é só copiar e colocar este link em seu navegador. Tem muitos outros artigos, é só colocar o nome Zoladex e ou análogos de GnRH no pesquisar. Beijo carinhoso! Caroline Salazar

      Excluir
  67. minha mulher esta usando allurene , ela queria usar gosserrelina , qual é a diferença dos dois , para uso endometriose .boa tarde.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Luana, como vai?
      Você quer colocar sua dúvida na coluna do doutor Hélio Sato? Me diz seu nome, sobrenome (ou as iniciais), a cidade e o estado onde mora. Existe diferença sim, mas é sempre bom explicação de um profissional especializado. Mas vou deixar alguns links aqui onde você terá mais informações. É só copiar e colar em seu navegador: http://aendometrioseeeu.blogspot.com.br/2012/08/estreia-da-coluna-do-dr-helio-sato-com.html http://aendometrioseeeu.blogspot.com.br/2012/11/com-palavra-o-especialista-doutor-helio.html Tem mais links, vá em pesquisar no blog e coloque a palavra desejada. Deixe-me saber se você quer sua pergunta na coluna do doutor Helio. Beijo carinhoso!!! Caroline Salazar

      Excluir
  68. Ola...voce contou minha historia..sabia? Agora quero saber...sera que posso tomar testosterona...me ajuda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alessandra, querida,
      Apesar de a doença ainda ser um enigma e desconhecida por muitos, nossas histórias são semelhantes. Foi seu médico que receitou? Eu usei um manipulado de testosterona por três meses para a libido voltar. Dá uma pesquisada no blog, pois eu ja falei muito sobre isso aqui. E funcionou muito bem! Beijo carinhoso!! Caroline Salazar

      Excluir
  69. Que sintomas vc sentiu quando tomou o zoladex?

    ResponderExcluir